Pomerânia adulto em pé em preto e branco

Pomerânia

Um grande caráter em um corpo pequeno.

Sobre o Pomerânia

Os Pomerânias são bem conhecidos por suas belas pelagens, sobrepostas por um subpelo grosso. Particularmente impressionante é o vigoroso colar tipo juba ao redor do pescoço (rufo) e a cauda espessa carregada ousadamente sobre as costas para completar a silhueta. A cabeça de raposa com olhos alertas e as orelhas pequenas, pontudas e estreitas dão aos Pomerânias uma aparência única e caracteristicamente atrevida.
Os Pomerânias estão sempre atentos, são vivazes e excepcionalmente dedicados ao tutor. Eles aprendem rapidamente, o que os torna fáceis de treinar. Apesar do tamanho minúsculo, esta raça manteve a inteligência e a força mental de seus ancestrais nórdicos, por isso é importante definir os limites certos desde o início. O caráter amistoso e alegre do Pomerânia faz dele o companheiro ideal, o cão da família e o cão de guarda para o lar.

Fonte: Principais fatos e características provenientes da Federação Cinológica Internacional (FCI)

Especificidades da raça

País
Alemanha
Grupo
Grupo 5 da FCI (Federação Cinológica Internacional)
Categoria de tamanho
Muito pequeno
Expectativa média de vida
12–16 anos

Alerta / Vivaz / Leal / Protetor / Amigável / Amoroso / Confiante / Inteligente

Principais fatos

  • Requer cuidados com higiene e beleza moderados
  • Precisa de muito treinamento
  • Pode ser um ótimo cão de família
Pomerânia adulto em preto e branco

Origens da raça

O Spitz Alemão é a raça mais antiga de cão na Europa Central e é o ancestral da maioria das raças do tipo spitz reconhecidas hoje. O Pomerânia é conhecido nos países de língua alemã como Toy Spitz e é, na verdade, a menor variante da raça Spitz Alemão.
O Pomeranian Club foi fundado no primeiro evento Crufts em 1891, quando a raça era bastante rara. Os primeiros Pomerânias eram muito maiores do que o padrão de hoje (cerca de 9 kg), mas, por meio da criação cuidadosa, o cão foi reduzido em tamanho e muitas cores diferentes de pelagem foram desenvolvidas.
Graças à estreita relação histórica entre a Inglaterra e os EUA, os Pomerânias foram trazidos para a América e foram exibidos pela primeira vez em 1892. Mais tarde, o American Kennel Club reconheceu a raça "Pom" em 1900. Desde então, a popularidade do Pomerânia continuou a crescer e em 1994 a raça estava entre as dez mais populares nos EUA.