Como ajudar cães e gatos a viver uma vida mais saudável.
Saúde e bem-estar

Como reconhecer o estresse em gatos

Adult cat lying down on a carpet surrounded by grey blankets.
Há uma série de comportamentos a considerar quando se trata de reconhecer o estresse em gatos. Descubra o que pode causar estresse em gatos e como isso pode ser combatido.

Seu gato tem agido de forma estranha? Vai se esconder quando toca a campainha ou age com cautela e fica incomodado com familiares ou convidados? Talvez o seu gato esteja urinado ou defecando fora da caixa sanitária. Esses comportamentos podem ser sinais de que seu gato está estressado.

O que causa estresse e ansiedade em gatos?

Uma maneira de determinar se o seu gato está estressado é analisar uma situação do ponto de vista dele. Embora ter um convidado possa ser animador para o tutor, é um novo cheiro, uma nova pessoa e uma interrupção na rotina do gato. Outras causas comuns de estresse para gatos incluem novos animais de estimação, novos bebês, remodelação, construção, tempestades ou mudanças gerais na rotina.

Como reconhecer o estresse em gatos

Gatos demonstram estresse de várias maneiras. Eles podem ter problemas de pele, de bexiga e/ou gastrointestinais. Eles também podem urinar fora da caixa sanitária, vocalizar excessivamente com rosnados ou chiados, agir agressivamente com pessoas ou outros animais, ou limpar-se obsessivamente. Sabe-se ainda que alguns gatos se lambem até ficarem sem pelos por conta do estresse.

Inline Image 1

Como ajudar a prevenir ou aliviar o estresse em gatos

O que pode ser feito para ajudar a aliviar o estresse e a ansiedade do gato? Uma opção é minimizar a exposição às circunstâncias desagradáveis. Em vez de você levar seu gato quando viaja, poderia deixá-lo com um “pet sitter” para que ele possa ficar onde se sente seguro?

“Enriquecimento ambiental” é um termo usado pelos médicos-veterinários para descrever maneiras de tornar sua casa um lar mais feliz para o seu gato. Os gatos podem ficar entediados, o que também pode levar aos problemas comportamentais. Por natureza, os gatos adoram caçar, por isso envolva-os em brincadeiras sempre que puder.

Outra ideia para reduzir o estresse felino é colocar caixas de areia ou potes de comida adicionais. Isso reduz a concorrência em um lar com vários gatos. Muitos gatos gostam de espaços verticais e podem apreciar uma árvore para gatos, onde podem observar atividades domésticas a uma distância segura. Fontes de água podem quebrar o tédio ao mesmo tempo que incentivam o seu gato a beber mais.

Há outras maneiras de ajudar a lidar com o estresse do seu gato se ele não está receptivo às sugestões acima. Os feromônios felinos (substâncias químicas liberadas no ambiente que afetam o comportamento de um animal) estão disponíveis em difusores e sprays que ajudam a aliviar o estresse. Muitas clínicas veterinárias usam para ajudar a acalmar seus pacientes felinos.

Medicamentos de prescrição são outra possibilidade que seu médico-veterinário poderá recomendar. E para aqueles tutores que não conseguem dar medicamentos orais aos seus gatos, as dietas de prescrição com nutrientes antiestresse são tão fáceis de usar quanto encher o pote de comida.

Visite seu médico-veterinário

Seu médico-veterinário é a melhor fonte de informações sobre estresse de seu gato e será capaz de aconselhá-lo sobre como fazer para facilitar a viagem até a clínica. Após o diagnóstico de estresse ser confirmado, você poderá discutir a possibilidade de uma dieta de prescrição para essa condição.

  • Bem-estar geral

Curtir e compartilhar esta página

Encontre um médico-veterinário

Se você tiver alguma dúvida sobre a saúde do gato, consulte um médico-veterinário para aconselhamento profissional.

Search near me
Content Block With Text And Image 1
Cookie Settings