Como ajudar cães e gatos a viver uma vida mais saudável.
Pensando em adquirir um cão

Como cuidar de um cão

Puppy Beagle running on a sandy beach.
Há muitas informações a serem levadas em consideração quando você pega um filhote pela primeira vez, mas ter tempo para entender suas necessidades desde o início vai garantir que a saúde física e emocional do seu cão avance.

Há uma série de fatores que influenciam as necessidades de saúde e bem-estar do seu cão, especialmente sua raça e idade. Por isso, é importante que tudo, desde suas necessidades nutricionais até o exercício e higiene, seja considerado com suas características particulares em mente. No entanto, existem várias coisas que todos os cães precisam para garantir que sejam membros saudáveis e bem ajustados da família.

Exercício

Todos os cães precisam de exercício, mas a quantidade e o tipo variam de acordo com a idade, tamanho e raça.

  • Certifique-se de que haja espaço para exercícios: Os passeios de um cão não devem ser considerados apenas como um tempo para um xixi rápido.
  • Passeios curtos: Lembre-se de que os cães médios a gigantes têm períodos de crescimento mais longos, durante os quais seus ossos e articulações se desenvolvem; portanto eles não devem caminhar longas distâncias ou praticar certos esportes até que estejam mais crescidos, optando, em vez disso, por passeios curtos mas frequentes.
  • Arranje tempo para brincar: Brincar é uma parte natural do exercício de um cão e ajuda no seu desenvolvimento psicológico. É bom para ele de várias maneiras: para reforçar a ligação entre vocês, para controlar seu peso, para manter sua vitalidade e reforçar seus sistemas cardiovascular e imunológico.

Ambiente

Filhotes são muito receptivos ao seu ambiente, e as experiências negativas terão um efeito duradouro. O desenvolvimento comportamental de um filhote tem várias fases, incluindo o período de socialização, que começa a partir de quatro semanas e vai até 14 semanas.

O período do medo está dentro desse período de socialização, de modo que qualquer trauma ocorrido durante esse período pode ter consequências negativas e duradouras. Portanto, é importante prestar muita atenção às experiências ambientais de um filhote desde o primeiro dia.

  • Dê a ele sua própria cama: certifique-se de que ele tenha uma cama própria na qual possa se refugiar e se sentir seguro.
  • Forneça ambientes estimulantes: por exemplo, uma grande caixa de papelão para se esconder e brinquedos de borracha para mastigar são os favoritos. É importante garantir que todas as brincadeiras sejam supervisionadas.
  • Familiarize-o gradualmente com novos ambientes: se você mora em uma cidade, familiarize-o gradualmente com coisas que terá que enfrentar, como carros, escadas rolantes, elevadores, trens, bondes ou ônibus.
  • Treine-o para ficar sozinho: o filhote também deve aprender a ficar sozinho às vezes.
  • Apresente-o a outros cães: para ajudar na socialização, os filhotes precisam conhecer outros cães, outros animais e ser incluídos o máximo possível em passeios familiares.
  • Leve-o para fora: não espere para levar seu filhote para fora. Ele deve começar a explorar seus arredores a partir dos dois meses de idade.
Filhote Golden Retriever deitado dentro enquanto morde um brinquedo.

Alimentação

Tal como acontece com o exercício, as necessidades nutricionais mudam à medida que seu filhote cresce. No início, os filhotes precisarão de várias pequenas refeições por dia, reduzindo gradualmente para uma ou duas. O tamanho e a raça de seu cão também influenciarão nas necessidades nutricionais, já que alguns cães têm diferentes tolerâncias digestivas de outros. Os cães devem sempre ter acesso à água, e é importante não superalimentá-los.

Se você não tem certeza sobre o quanto eles devem ser alimentados, ou como suas fases de crescimento vão impactar isso, peça conselhos ao veterinário. Ele poderá fornecer orientação para o crescimento ideal e ajudar a evitar a obesidade e sobrecarregar o desenvolvimento de articulações.

Em última análise, o alimento tem que fornecer energia, mas também tem que construir e manter as células do corpo, ajudando a diminuir o risco de problemas digestivos, cutâneos, dentais, articulares e relacionados à idade. Um alimento nutritivo, atendendo às demandas da nutrição saudável, combinará apenas as quantidades certas de nutrientes.

  • Não mude a alimentação repentinamente: para evitar perturbar o sistema digestivo do filhote quando ele chega em casa, dê a mesma comida que ele comeu antes de chegar. Se você deseja mudar, faça-o com cuidado ao longo de um período de transição de uma semana, misturando os alimentos antigos e novos em proporções variáveis.
  • Dê a comida certa para a idade: existe uma fórmula especial para filhotes de acordo com a idade, que é perfeitamente adequada às suas necessidades de crescimento. Para um crescimento ideal, siga as recomendações do seu veterinário.
  • Estabeleça uma rotina: os cães são animais territoriais e precisam de marcadores hierárquicos precisos. Alimente seu filhote todos os dias no mesmo lugar, na mesma hora, depois que você e sua família tiverem comido, para que ele entenda que você tem a posição dominante na casa. Depois de comer, se possível, evite que o filhote fique pulando por uma ou duas horas.
  • Faça dos petiscos a exceção, não a regra: os petiscos devem ser uma exceção para ajudar a manter seu cão no peso ideal. Açúcar e chocolate são proibidos, pois o chocolate pode ser tóxico para os cães. Petiscos de baixa caloria podem ser usados como um auxílio de treinamento.

Higiene e saúde

Cuidados com a higiene um bom hábito a ser desenvolvido. Isso ajudará a apoiar a saúde da pele e da pelagem do seu filhote, bem como a melhorar a ligação entre vocês. Isso também vai garantir que você detecte com maior probabilidade quaisquer anormalidades, como parasitas externos, doenças de pele ou áreas de desconforto em um estágio inicial. A maioria dos cães fica feliz de receber esses cuidados se eles foram expostos a isso desde cedo, mas nunca é tarde demais para começar!

  • Comece os cuidados odontológicos precocemente: dessa forma, seu filhote se acostuma a ter os dentes escovados com uma escova de dentes e um creme dental especialmente projetados para cães. Tente escovar os dentes do seu cão várias vezes por semana.
  • Agenda as vacinações: as vacinas ajudam a prevenir doenças contagiosas e, às vezes, fatais. Algumas são obrigatórias, enquanto outras são recomendadas. Os filhotes normalmente começam um programa de vacinação com 6 a 8 semanas.
  • Pergunte ao seu veterinário sobre vermifugação: os filhotes geralmente têm vermes, e a vermifugação deve ser realizada todo mês até a idade de 6 meses, depois a cada 6 meses. Seu veterinário será capaz de recomendar a melhor programação para o seu filhote; por isso, é importante seguir a orientação dele.
  • Pergunte ao seu veterinário sobre a proteção contra pulgas: lembre-se de proteger seu filhote contra pulgas e carrapatos. Para funcionar corretamente, você tem que tratar o cão e o ambiente também. Peça a orientação do seu veterinário.     
  • Considere castrar seu pet: decidir se vai castrar é uma escolha importante que deve ser considerada com cuidado. É importante pesar quaisquer benefícios potenciais da castração contra a possibilidade de reproduzir seu cão no futuro.

Treinamento

Bom comportamento e obediência precisam começar cedo. O programa de treinamento do seu cão deve começar o mais cedo possível, em uma idade em que o filhote naturalmente tem uma capacidade excelente de aprender.

Para o seu conforto e de outras pessoas, seu cão deve entender algumas regras básicas da vida. Não hesite em pedir ajuda profissional para treinar seu cão. Existem muitos clubes de cães ou escolas de filhotes que podem ajudá-lo com sua missão.

  • Treinamento em casa: quando chegar à sua casa, seu filhote provavelmente não será treinado em casa. O treinamento leva tempo e paciência, mas nunca puna nem repreenda um filhote que fez um xixi fora. Em vez disso, encontre maneiras de evitar que seu filhote tenha a necessidade de urinar dentro de casa.
  • Comece a lembrar cedo: desde o início, pronuncie o nome dele com clareza para atrair sua atenção e associe seu nome a cada comando. Escolha os momentos em que está alerta para ajudá-lo a conhecer você e convide-o a vir em sua direção para ensiná-lo a obedecer.
  • Aos poucos, acostume-os ao carro: acostume seu filhote a entrar no carro desde cedo, para que ele não se assuste. Faça alguns passeios curtos antes de qualquer viagem longa.

Pode haver muitas informações a serem levadas em consideração quando você pegar um filhote, incluindo todas as coisas iniciais necessárias para garantir sua saúde física e emocional; mas, começar do jeito certo tornará tudo mais fácil para você e seu cão, e se você estiver em dúvida, seu veterinário deve ser capaz de oferecer conselhos e apoio.

  • Bem-estar geral
  • Ter um cão é o ideal para você

Curtir e compartilhar esta página

Artigos relacionados
Adult Dachshund lying down in a living room with people behind.

Como ensinar as crianças a cuidar de um cão

Adult English Cocker Spaniel sitting indoors while a woman grooms its ears.

Quanto custa manter um cão?

Adult Golden Retriever walking on a street with adult and child walking behind.

Aspectos a considerar antes de ter um cão

Saiba mais sobre raças de cães

Pesquisar raças

View all breeds
Filhote Dachshund pulando em preto e branco sobre um fundo branco
Cookie Settings