Devo alimentar meu cão com comida caseira?

Cão pequeno em ambiente interno ao lado de uma tigela de comida vermelha
A comida caseira para cães pode parecer uma abordagem benéfica para a alimentação de seu pet. Porém, as necessidades nutricionais de um cão são complexas e muitas vezes não podem ser satisfeitas com ingredientes comumente encontrados em nossas despensas. Aqui está o que você precisa saber sobre comida caseira para cães.

Cada vez mais, a comida caseira para cães está sendo considerada por tutores que desejam fornecer aos cães uma dieta mais variada e um conjunto mais amplo de sabores. Porém, embora petiscos e refeições caseiras para cães muitas vezes pareçam agradáveis de preparar, os riscos de produzir a própria comida do cão podem superar os benefícios percebidos. Os alimentos para animais de estimação precisam ser desenvolvidos com muito cuidado, incluindo uma combinação precisamente equilibrada de nutrientes.

A finalidade dos nutrientes diários para cães

De acordo com o Pet Food Institute, existem mais de 40 nutrientes de que seu cão precisa todos os dias para permanecer saudável.1 Cada um deles deve ser balanceado com precisão, pois muito pouco ou muito de um único nutriente pode levar à desnutrição e à saúde precária. Os nutrientes essenciais na dieta diária de seu cão afetam cada parte da saúde dele, pois:

Fornece energia Constrói e mantém o corpo Gerencia condições de saúde Auxilia na cura Apoia pelagem e pele saudáveis

Uma fórmula nutricionalmente balanceada

Os nutrientes essenciais se enquadram em uma das seis famílias, que desempenham um papel vital na saúde contínua do seu cão:

Ilustração de um frango cozido

Proteína

A proteína é necessária para a manutenção da massa muscular e é uma fonte essencial de aminoácidos. Os cães precisam de muita proteína. Normalmente, isso vem de fontes de carne, peixe, ovos, laticínios ou vegetais.

Ilustração de uma garrafa de óleo para representar gorduras

Gorduras

Óleos vegetais e óleos especiais de peixe, bem como proteínas de carne, podem fornecer os lipídios ou as gorduras de que seu cão precisa para ter funções corporais saudáveis, construção de células e absorção de vitaminas.

Ilustração de grãos para representar carboidratos

Carboidratos

Os carboidratos são uma fonte de energia e permitem que outros nutrientes que contêm calorias sejam usados em outro lugar, como proteínas para manutenção da massa muscular. Embora não sejam essenciais, é recomendável incluir outros carboidratos, como fibras, na refeição de um cão para ajudar no trato digestivo.

Ilustração de carne

Minerais e vitaminas

Ingredientes frescos não possuem certas vitaminas e minerais, então um suplemento veterinário especializado pode ser necessário para cobrir os nutrientes essenciais restantes. A carne, por exemplo, tem baixo teor de cálcio, mas alto teor de fósforo. É importante certificar-se de que isso seja formulado com precisão, pois quaisquer imprecisões podem causar problemas ósseos em seu cão.

Ilustração de uma garrafa de água

Água

A água é o principal constituinte do corpo de um animal. Água fresca e limpa deve estar sempre disponível para seu cão para prevenir a desidratação. A água é a chave para a regulação da temperatura corporal, mobilidade intestinal e dispersão de nutrientes e resíduos no corpo.

A quantidade de cada nutriente é determinada por fatores como idade, raça, peso, estilo de vida, sensibilidades e condições de saúde e mudará ao longo da vida de um animal de estimação.

Até mesmo um cão adulto saudável pode passar por várias alterações em suas necessidades nutricionais, devido à mudança nos níveis de atividade, seja durante a gestação ou até mesmo dependendo do ambiente doméstico. Os cães que vivem em um ambiente urbano, por exemplo, podem ter necessidades diferentes dos animais de estimação em áreas mais rurais.

Você pode preparar o próprio alimento para cães?

Preparar o própria alimento do cão pode ser incrivelmente complexo. Antes mesmo de começar a fazer alterações na dieta de seu pet, é importante consultar um nutricionista veterinário, que calculará as necessidades de energia e nutrientes de seu cão. A raça, a idade, o peso, o nível de atividade, a condição, a saúde e as condições de vida de seu cão serão levados em consideração ao desenvolver o perfil nutricional de seu pet, e cada nutriente deve ser atendido com precisão.

Border Collie adulto correndo em um campo

Uma vez que os requisitos nutricionais de seu pet são determinados e você recebe uma dieta formulada por um nutricionista veterinário, você precisará investir em equipamento especializado. Isso pode incluir, mas não está limitado a, um moedor de carne moderno, cutelos, facas, tesouras, tigelas, balanças, recipientes, luvas e tábuas de corte. Padrões rigorosos de higiene também devem ser atendidos durante todo o processo de preparação para evitar contaminação bacteriana.

Selecionar os ingredientes certos para fornecer cada nutriente também pode ser difícil. Seu nutricionista veterinário selecionará ingredientes específicos para que seu cão obtenha cada nutriente na quantidade adequada. Alguns ingredientes que parecem nutritivos para nós podem ser tóxicos para o seu cão. Cebola, por exemplo, é uma grande fonte de vitaminas e potássio, sendo que ambos são famílias de nutrientes importantes para animais de estimação, mas na verdade é tóxica para cães em qualquer forma.

Mesmo com ingredientes seguros para cães, aqueles que não estão acostumados a preparar alimentos para animais de estimação provavelmente terão dificuldade em extrair os nutrientes certos nas quantidades certas, e há o risco de superalimentação ou desnutrição se não for feito corretamente.

Embora possa ser fácil encontrar receitas caseiras de alimentação, é importante considerar que, mesmo com o equipamento certo e ingredientes seguros e nutritivos, ainda pode ser muito difícil criar uma dieta completa e equilibrada em casa. Antes de se comprometer a fazer o próprio alimento do seu pet, você deve consultar um nutricionista veterinário, que terá o conhecimento científico e nutricional para apoiar totalmente a saúde e o bem-estar de seu cão por meio de dietas caseiras.

Cães não são como humanos

Ao considerar a comida caseira, vale lembrar que os cães são muito diferentes dos humanos, tanto nutricionalmente quanto em termos de hábitos alimentares.

O sabor é menos importante para os cães do que para os humanos. Temos 9.000 papilas gustativas, enquanto os cães têm 1.700, portanto, o paladar deles é menos desenvolvido.2

Como humanos, mastigamos e saboreamos nossa comida, mas os cães mordem e rasgam, o que significa que mastigam menos e comem mais rápido. Os alimentos passam menos tempo na paleta deles.

Ao contrário dos humanos, os cães não requerem uma dieta variada. Na verdade, alterar a dieta de um cão muito rapidamente pode fazer com que ele tenha mal-estar digestivo. Se você tiver que fazer a transição de seu pet para uma nova dieta, faça isso lentamente e em fases. Leia nosso guia para saber mais.

O que mais importa para um cão é a combinação de aroma, textura e temperatura do alimento e a regularidade e rotina de comer. A aparência, a cor e a variedade dos alimentos não são importantes para eles e, na verdade, há o risco de problemas digestivos se você alterar a dieta com muita frequência.

Ilustração de humano e cão

Cálcio 1.000 mg 1.280 mg Cobre 1,3 mg 4,2 mg Zinco 8 mg 42 mg Vitamina D 200 UI 380 UI Vitamina B12 3 µg 25 µg Humano Cão

O alimento caseiro para cães é adequado?

Seu cão depende de você para a alimentação e todos os nutrientes que o mantém saudável, por isso é importante que você considere o que é certo para ele.

Embora a comida caseira do cão possa parecer satisfatória de preparar, ela deve ser preparada sob rigorosas condições de higiene e nas quantidades exatas para ser segura e nutricionalmente suficiente. Obter ingredientes de alta qualidade também pode ser complicado e caro.

Você pode descobrir que um alimento pré-preparado e nutricionalmente balanceado, que foi especialmente adaptado para a idade, o tamanho, a raça e a condição de saúde de seu cão, é uma opção mais fácil e melhor para você e seu cão. Com a Royal Canin, cada nutriente é metodicamente pesquisado por nossos cientistas e nutricionistas especialistas em animais de estimação, e precisamente ajustado para manter seu cão em sua melhor condição.

1 https://www.petfoodinstitute.org/pet-food-matters/ingredients/all-about-function

2 Everything you need to know about the role played by Nutrients for the health of Cats & Dogs, Pr Dominique Grandjean, 2006, Royal Canin SAS

  • Saúde por meio da nutrição
Artigos relacionados
Cão da raça Jack Russell Terrier adulto deitado em ambiente interno no chão de madeira

Como manter o sistema digestivo do seu cão saudável

Gato Maine Coon adulto deitado em um piso de madeira

Como manter o sistema digestivo do seu gato saudável

Fábrica da Royal Canin na França

Segurança alimentar para animais de estimação: Perguntas a fazer ao seu fabricante

Pastor Alemão adulto e gato da raça Abissínio em pé em preto e branco sobre um fundo branco

A abordagem da Royal Canin quanto à nutrição

Na Royal Canin, concentramos nossos esforços na compreensão das necessidades exclusivas de gatos e cães. Tudo o que fazemos é projetado para criar fórmulas nutricionais precisas adaptadas para apoiar a saúde e o bem-estar contínuos dos animais. Saiba mais sobre nossa abordagem científica quanto à nutrição de animais de estimação.

Nossa abordagem nutricional
Inline Image 3

Navegue por nossas linhas de produtos

Cada fórmula da Royal Canin foi criada para fornecer nutrição sob medida para as necessidades do seu pet, dependendo da raça, da idade, do estilo de vida ou das sensibilidades. Navegue pela linha completa de produtos e descubra como podemos ajudar seu pet a aproveitar a melhor saúde possível.

Explore as linhas