Prevenção de desconfortos estomacais em gatos

Cada gato sofrerá de um mal-estar estomacal em algum momento da vida, mas há muito o que você pode fazer para evitar que sensibilidades digestivas aconteçam com muita frequência.
Adult cat lying down indoors on a cream blanket.

Embora seja normal para seu gato ocasionalmente sentir desconforto digestivo, não deve ser uma ocorrência regular. Com uma combinação da dieta correta e dos comportamentos de alimentação, você pode ajudar a proteger seu gato contra um mal-estar estomacal.

Os sintomas de problemas digestivos em gatos

Se seu gato tiver um mal-estar estomacal ou outro problema digestivo, alguns dos sintomas mais comuns são vômitos e diarreia. Você também pode perceber que seu gato come menos ou se esforça para comer.

O desconforto estomacal pode ter várias causas subjacentes, incluindo:

  • Bolas de pelos, que podem causar obstruções e vômitos
  • Ingerir comida humana ou restos da mesa
  • Transições de dieta rápidas
  • Condições sistêmicas, como hipertireoidismo ou doença renal
  • Ingestão de alimentos ou materiais tóxicos
  • Parasitas que infectam, não infestam

Adult cat standing indoors eating from a bowl.

Prevenindo um mal-estar estomacal no gato com a dieta

Uma das maneiras mais simples de ajudar a proteger seu gato contra problemas digestivos e dores de estômago é dar a ele um alimento nutricionalmente equilibrado. Se seu gato tiver certas sensibilidades digestivas, o médico-veterinário poderá recomendar um alimento específico com nutrientes para auxiliar na saúde digestiva.

Essas dietas contêm fontes de proteína altamente digeríveis, que são fáceis de digerir e absorver pelo corpo do gato. O médico-veterinário pode recomendar uma dieta que é densa em energia, o que significa que seu gato pode comer porções menores para obter os nutrientes e calorias necessários dos alimentos.

Um alimento concebido para auxiliar a saúde gastrointestinal do seu gato também pode incluir prebióticos. Estes encorajam o crescimento de bactérias "benéficas" no trato digestivo do gato.

Alimentando o gato para evitar um mal-estar estomacal

Além de selecionar uma dieta para ajudar a promover a saúde digestiva do seu gato, siga também estas orientações sobre como alimentá-lo.

Evite qualquer mudança repentina na dieta, pois isso pode causar problemas estomacais. Mude o gato para um novo alimento durante uma semana a 10 dias, misturando os alimentos antigos e novos juntos e aumentando gradualmente a porcentagem de novos alimentos a cada dia.

Você também pode dividir a porção diária de alimentos em várias pequenas refeições ao longo do dia. Isso ajuda a evitar o mal-estar estomacal, aliviando a carga de trabalho que uma grande refeição causa em seu sistema digestivo. Deixe seu gato em paz quando estiver comendo; se ele for perturbado, poderá ficar estressados e isso pode resultar em um mal-estar estomacal.

Também é muito importante não dar restos ao gato. Estes podem causar um mal-estar estomacal ou até mesmo prejudicá-los. Chocolate, ovos crus e fígado podem ter efeitos prejudiciais no corpo do gato.

Se você estiver preocupado com a saúde digestiva do seu gato e quiser saber mais sobre as melhores maneiras de apoiá-lo, procure orientação do seu médico-veterinário.

Maine Coon adult standing in black and white on a white background

Encontre um médico-veterinário

Se você tiver alguma dúvida sobre a saúde do gato, consulte um médico-veterinário para aconselhamento profissional.

;

Curtir e compartilhar esta página