Como ajudar cães e gatos a viver uma vida mais saudável.
Saúde e bem-estar

Cuidados ao fim da vida do seu gato

Ageing cat lying down indoors on the carpet.
O fim de sua vida do seu gato é um momento difícil e desolador, mas seguindo algumas mudanças simples, você será capaz de deixar o gato o mais feliz e confortável possível.

Em média, os gatos vivem por 15 anos, mas não é incomum que vivam até 20 anos. Perto do fim da vida, há mudanças simples que você pode realizar para oferecer a melhor assistência possível, cuidar da saúde e deixá-lo confortável.

O que acontece quando um gato envelhece

A partir dos 11 anos, você começará a notar os indicadores externos de envelhecimento em seu gato. O olfato, o paladar e a audição tornam-se menos aguçados, e a mobilidade começa a sofrer devido a articulações desgastadas ou doloridas. A pele e a pelagem deles podem se tornar mais opacas, pois suas glândulas sebáceas – responsáveis por gerar óleos nutritivos para a pele – são menos produtivas, e condições como artrite dificultam a limpeza adequada dos pelos.

Seu gato pode começar a sofrer de problemas dentários como desgaste de dentes ou gengivite, que podem afetar o apetite e tornar a deglutição dolorosa. Suas funções digestivas e outras funções corporais estão ficando mais lentas, o que significa que pode ser mais difícil para eles absorverem todos os nutrientes de que necessitam de seus alimentos e eles podem perder peso.

Os gatos também podem sofrer perda cognitiva à medida que envelhecem, o que se estima que afete mais de 80% dos gatos entre 16 e 20 anos. Essa condição se manifesta como insônia, desorientação, aumento da ansiedade e esquecimento de sua rotina – por exemplo, onde está a comida ou a bandeja sanitária.

Como deixar seu gato em processo de envelhecimento confortável

Todo aspecto de vida do seu gato idoso pode se tornar mais confortável por meio de pequenas e simples mudanças, especialmente quando ele atinge a fase final de sua vida.

O ambiente do seu gato idoso

Deixe os locais favoritos do seu gato fáceis de alcançar com rampas ou pequenos degraus e deixe seus brinquedos ou pertencentes favoritos próximos. Comida e água devem estar facilmente ao alcance, e convém trocar sua bandeja sanitária por uma com lados mais rasos que seja mais fácil de entrar e sair.

Gato em envelhecimento sentado sobre o joelho de um tutor idoso enquanto é acariciado.

Sono, exercício e seu gato idoso

Para incentivar seu gato idoso a entrar em uma boa rotina de sono, você pode brincar com ele durante o dia para que ele fique cansado à noite. Deixe sua cama confortável usando almofadas para incentivá-lo a dormir lá e evitar a formação de feridas de pressão em gatos que se movimentam menos. Borrifadas de feromônio são úteis, pois podem ajudar o gato a relaxar e reduzir a ansiedade ou insônia.

O gato idoso e sua dieta

Mudar regularmente a dieta de um gato para fornecer alimentos variados pode realmente resultar em estresse desnecessário para um gato mais velho. Desde que estejam sendo alimentados com uma dieta adequada e adaptada às suas necessidades, não há razão para alterar isso, a menos que seja recomendado pelo seu veterinário.

Você pode aumentar a palatabilidade de seu alimento aquecendo-o para liberar o aroma e escolher um com uma textura de mais fácil digestão. Gatos mais velhos tendem a beber menos água, o que pode levar a problemas urinários; portanto, certifique-se de que água fresca esteja facilmente disponível; fontes de água podem ser uma maneira útil para incentivar seu gato a beber.

Considerar o bem-estar do seu gato idoso

É importante visitar o seu veterinário regularmente, pelo menos duas vezes por ano, para verificar a saúde do seu gato idoso. Se o seu gato está exibindo sintomas de falta de ar, reclusão, uma relutância em se mover ou se ele está escolhendo demais a comida, ele pode estar com dor significativa e você deve consultar imediatamente um veterinário.

Seu veterinário será capaz de aconselhá-lo sobre a extensão do sofrimento do seu animal de estimação e dar-lhe recomendações sobre se é melhor prestar cuidados paliativos ou considerar outras opções.

O bem estar e a qualidade de vida do seu gato idoso podem ser melhorados com o ajuste da sua casa, sua dieta e trabalhando com o veterinário para fornecer o suporte médico necessário. Se você não tiver certeza das melhores maneiras de ajudar seu gato idoso, marque uma consulta com seu veterinário, que poderá aconselhá-lo.

  • Envelhecimento

Curtir e compartilhar esta página

Artigos relacionados
Ageing cat sitting down being examined by a vet.

​Doenças comuns em gatos mais idosos

Ageing cat standing indoors eating from a red bowl.

Do que os gatos mais velhos precisam na dieta

Ageing cat lying down outside.

Como o envelhecimento afeta os gatos

Cookie Settings