A obstipação nos cães

01/01/0001

Da mesma forma, uma obstipação crónica é muito incómoda para o cão e, em casos extremos, pode gerar uma obstrução intestinal com graves consequências para o seu estado de saúde.

As causas da obstipação são muito diversas, desde uma doença subjacente a uma dieta inadequada, passando por hábitos que a promovem, um traumatismo ou alterações no seu ambiente.

Por tudo isto, é muito importante identificar que o cão está com obstipação para tomar as medidas oportunas.

Como saber se um cão está com obstipação

Logicamente, se fazemos um acompanhamento do nosso cão, basta saber se defeca corretamente, isto é, se evacua todos os dias.

Também é necessário prestar atenção às características das fezes, já que quando estão extremamente secas e o animal mostra esforço para evacuar, isso pode ser sinal de que algo pode estar a acontecer.

A obstipação é incómoda para o cão, pelo que por vezes, a primeira coisa que notamos é que se apresenta mais apático, com menos vontade de sair ou de brincar.

O que fazer se um cão está com obstipação 

O nosso conselho é que devemos consultar diretamente um veterinário, já que ele realizará os testes necessários para o diagnosticar corretamente, por exemplo, perguntando se o cão demonstra mudanças no seu comportamento, se tem dificuldades ao evacuar, como são as fezes, se tem tensão abdominal, etc. Por isso, devemos evitar os remédios caseiros se não forem claras as causas.

Muitos casos de obstipação em cães resolvem-se com uma mudança de alimentação, mas isto também deve ser recomendado pelo veterinário, ao ser quem poderá saber, pelos sintomas, se uma dieta com uma ingestão equilibrada de fibras pode ser útil para aliviar os sinais de obstipação.

Inline Image 1

Porque é que os cães pequenos têm maior risco de sofrerem de obstipação

Todos os cães, independentemente do seu tamanho e idade, podem sofrer de obstipação em algum momento da sua vida, mas os cães pequenos têm uma propensão especial. Porquê?

  • Porque com muita frequência não realizam exercício suficiente e isto faz com que o trânsito intestinal se abrande, acabando por produzir a obstipação.
  • Porque têm um aparelho digestivo proporcionalmente grande, quando comparado com os cães de maior tamanho, que o têm especialmente curto, o que pode aumentar o tempo que demora aos alimentos a percorrê-lo, causando a obstipação.
  • Porque ingerem uma dieta inadequada, pobre em fibras, não só em quantidade como também no seu tipo. Se quer conhecer os diferentes tipos de fibras, recomendamos que veja este vídeo:

 

Como resolver a obstipação em cães pequenos

  • Se um cão pequeno passa muito tempo ao colo, a sua probabilidade de sofrer de obstipação são maiores. Por isso, um primeiro passo é fazer com que o cão aumente o seu tempo de atividade. Não é necessário que realize exercício intenso, nada mais longe da realidade quando está habituado a estar muito tempo ao colo, mas consiste antes em aumentar o tempo de caminhadas.
  • O s alimentos para cães pequenos e muito pequenos estão concebidos com um teor equilibrado de fibras, que os ajudam a manter um bom trânsito intestina e, dessa forma, reduzem o risco de obstipação. Estes nutrientes somam-se a outros que têm em consideração outras sensibilidades próprias dos cães pequenos. 

 

Apesar do que já falamos, se um cão tem obstipação, devemos deixar nas mãos do veterinário a melhor forma de o solucionar e nunca dar ao animal nenhum medicamento por nossa conta.

Também não podemos esquecer que o aparelho digestivo começa na boca, pelo que a saúde bucal é muito importante, outro motivo para dar uma alimentação adequada aos cães pequenos e muito pequenos.

Se também lhe interessa saber mais sobre outros distúrbios digestivos, como a diarreia, a regurgitação ou os vómitos, recomendamos-lhe o nosso artigo “Detetar sinais de problemas digestivos no cão”.  

Voltar ao topo