Como adotar um cão

20/09/2018
Decidir adotar um cão é uma decisão que exige que esteja totalmente informado sobre o bem-estar do seu novo animal de estimação. Aqui, discutimos alguns dos principais fatores que o ajudarão a tomar a decisão certa para si.
Adult dogs standing outdoors eating from silver bowls.

Quer opte por adotar um cão adulto ou um cachorro, há prós e contras em resgatar um cão e é uma decisão muito pessoal que exige uma pesquisa cuidadosa e consideração do tipo de casa que poderá oferecer.

Benefícios da adoção de um cão

  • Pode ser extremamente recompensador
  • Os cães adultos podem já estar treinados para a vida em casa
  • Os cães adultos podem já estar treinados para seguir comandos básicos

Desafios da adoção de um cão

  • É difícil prever o porte em adulto de cachorros de raça indeterminada
  • Às vezes, os animais de estimação resgatados podem ter problemas comportamentais
  • Os cães adultos podem não ter recebido treino básico ou podem ter desenvolvido maus hábitos

Dicas para adotar um cão

Essencial para uma transição bem-sucedida é passar tempo com o seu cão potencial antes de o levar para casa. Tente vê-lo várias vezes antes de o adotar e peça para o tirar do abrigo para fazer algumas caminhadas, com e sem trela. Se possível, leve-o a passear no seu carro e observe o comportamento dele em diferentes circunstâncias.

Dálmatas adultos a caminhar num pavimento exterior rodeado de folhas caídas.

A equipa do centro vai conhecer os cães ao seu cuidado e estará lá para aconselhá-lo, por isso, faça perguntas sobre o seu cão para compreender a sua natureza. Por exemplo:

  • Quantos anos tem o cão?
  • Que tipo de vida teve anteriormente?
  • Como costuma comportar-se e se tem medo de alguma coisa?
  • Como reage ao pé de crianças e de outros animais?
  • Como reage a diferentes ambientes?
  • O cão fica bem quando é deixado sozinho?

Trazer o seu cão adotado para casa

  • Mantenha um ambiente calmo e carinhoso quando chegar a casa: Ao chegar, deixe-o explorar o seu novo território e a família gradualmente ao longo dos dias seguintes.
  • Supervisione as crianças: se tiver filhos pequenos, só os deixe brincar com ele quando estiver presente para ter a certeza de que não fica assustado.
  • Apresente-lhe lentamente outros animais de estimação que tenha: se tiver outros animais de estimação, comece por apresentá-los ao seu cão gradualmente e numa área neutra fora de casa.
  • Não estrague o seu cão com mimo: a maioria das pessoas sente pena dos cães que vivem em abrigos e, naturalmente, quer ajudá-los a sentirem-se confortáveis na sua nova casa. Isso significa que estragam o cão com mimos, o que pode levar a maus hábitos e a problemas no futuro. Um cão precisa de um conjunto claro de regras para que viva sem stress.
  • Seja paciente durante o treino: quando o cão entender como se deve comportar em casa, comece a ensiná-lo como deve reagir quando o leva à rua. No início, mantenha-o com trela para garantir que não foge. Crie rituais diários e, se deixar o seu cão sozinho, não permita que fique stressado antes de sair. Saia sem falar com ele e mantenha-se indiferente quando regressar a casa.
  • Não aceite os comportamentos agressivos do seu cão: mesmo um simples rosnar deve ser corrigido. Se reagir com prontidão e de uma forma sistemática quando o seu cão mostrar uma atitude incorreta, conseguirá corrigir o seu comportamento. Trabalhar com um instrutor profissional pode ajudá-lo neste processo. Se não der importância aos primeiros sinais, a situação só piorará.

A adoção de um cão é um compromisso importante que precisa de ser cuidadosamente ponderado. Contudo, se a sua decisão tiver como base uma pesquisa bem feita, o resultado poderá ser um relacionamento gratificante tanto para si como para o seu cão.

Voltar ao topo

Saber mais sobre raças de cães

Pesquisar raças

Ver todas as raças
Cachorro Dachshund a saltar, a preto e branco sobre um fundo branco