Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.

Como cuidar de um gato surdo

Os sentidos têm uma importância diferente para o gato do que para os seres humanos e a falta de qualquer um deles parece não afetá-los, ou pelo menos não da mesma forma que nós. Ainda assim, na falta da audição, os cuidados com o gato devem ser especiais, principalmente porque algumas situações da rotina diária podem representar um risco para ele.

Claro que um gato pode ser surdo apenas de um ouvido e, nesse caso, geralmente os donos não chegam sequer a dar conta. Por outro lado, quando o gato é surdo de ambos os ouvidos, ou seja, quando tem uma surdez bilateral, os sinais são bastante evidentes.

As principais causas de surdez nos gatos são, respetivamente, defeitos genéticos (geralmente relacionados com o pelo branco), a toxicidade de alguns medicamentos, otites e a degradação do ouvido devo à idade ou a traumatismos, mas pode também dever-se à exposição a ruídos muito fortes, hipótese que nem sempre é fácil de provar.

Geralmente, trata-se de uma surdez congénita, ou seja, o gatinho nasce com ela ou desenvolve-a alguns dias após o nascimento, podendo-se suspeitar de que existe algo de errado no seu ouvido, devido à forma aparentemente agressiva com que brinca com os irmãos, pois não ouve os seus gemidos de dor e continua a brincar, sem reagir a eles. O facto de não reagir igualmente a ruídos fortes pode ser um sinal.

É o veterinário quem deve determinar se o gato sofre ou não de surdez, através de uma observação exaustiva do aparelho auditivo ou realizando os testes de audição num ambiente adequado. Mas, antes disso, podemos realizar alguns testes simples, como assobiar, colocar um brinquedo sonoro em funcionamento ou mover um molho de chaves sem que ele nos veja. Por outro lado, não adianta bater com força no chão, pois ele pode reagir ao sentir as vibrações.

Inline Image 1

À primeira vista pode parecer que um gato surdo não está em perigo, mas não é bem assim, especialmente porque ele não reage a nossa chamada quando está no peitoril de uma janela aberta, por exemplo. Outra particularidade dos gatos surdos é o facto de poderem reagir violentamente se forem surpreendidos, algo natural, se pensarmos que não nos ouvem chegar e podem assustar-se.

Como podemos ver, um gato surdo pode ter uma vida normal, desde que receba cuidados adequados, o que inclui muita paciência. Quando ele é branco, é quase certo que o motivo seja a hereditariedade, por isso devemos evitar que se reproduza. Esta questão é tão importante que nas exposições felinas é exigido a todos os gatos brancos um certificado veterinário que garanta que o mesmo não sofre de surdez.

Faça gosto e partilhe esta página

Artigos relacionados

Conselhos para preservar melhor o alimento do seu gato

Cuidado com as quedas!

Cuidado com o calor!