Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.
Gatinho

Calicivírus em gatos

Young cat sitting on an examination table being checked over by a vet.
O calicivírus felino (FCV) é um vírus muito comum na população felina. Os sinais clínicos incluem secreção nasal, gengitive e úlceras na boca.

Qual é a diferença entre FCV e FHV?

O calicivírus felino causa FCV, em que os sinais clínicos usuais incluem:

  • Secreção nasal
  • Gengivite
  • Úlceras na boca

É um vírus nu, o que significa que é relativamente resistente no ambiente externo e difícil de eliminar. Após a infeção, a recuperação total de um gato pode demorar entre algumas semanas e alguns meses.

O herpesvírus felino (FHV) afeta os olhos com conjuntivite e úlceras da córnea, além de causar secreção nasal.

Estes dois vírus são bem diferentes, mas confundem-se muitas vezes, pois estão frequentemente associados à "coriza felina", que é um síndroma caracterizado por infeções oculares (conjuntivite, secreção), secreção nasal, inflamação da boca e úlceras.

Existem efeitos colaterais num gatinho que sofra de FCV?

O FCV pode ter consequências dramáticas para os gatos, especialmente os gatinhos, pois afeta a sua capacidade de comer. O cheiro é importante para os gatos porque um nariz entupido pode significar a recusa em alimentarem-se, além disso, as lesões dolorosas na boca podem ser outra razão para não comerem.

Como se transmite o FCV?

O FCV é transmitido das seguintes formas:

  • Diretamente entre gatos
  • Através de carícias em gatos contaminados por humanos que não lavam as mãos

Os objetos que entram em contacto diário com um gato infetado, como tigelas de comida, caixas e escovas, também devem ser limpos regularmente para impedir a propagação da infeção.

O meu gatinho pode ser exposto ao FCV quando está em contacto com outros gatos?

O seu gatinho pode ficar exposto ao vírus quando entrar em contacto com outros gatos que aparentem estar saudáveis.

Um animal que não mostre sinais de doenças pode, na verdade, ser portador de algumas doenças, incluindo o calicivírus felino. Este portador saudável pode representar um risco para outros membros da comunidade, especialmente gatinhos.

Se o meu gatinho tiver calicivírus felino, poderá recuperar?

O calicivírus felino existe com uma grande variedade de estirpes, o que significa que um gato pode ser infetado muitas vezes ao longo da vida, tal como os humanos que apanham uma simples constipação de vez em quando.

O pressuposto de que os gatos que apanham FCV nunca se poderão curar, é falso. Na verdade, em caso de uma primeira infeção num animal sensível, o gato pode ou não desenvolver sinais clínicos. Após essa fase, continua a transmitir o vírus entre algumas semanas e vários meses, mas na maioria dos casos consegue recuperar totalmente. Isto é particularmente assim, se o animal viver sozinho e não for contaminado novamente.

Para os gatos que vivem em conjunto com outros gatos, o problema é que o vírus circula e os gatos são constantemente contaminados novamente (seja por contacto com outros gatos ou pelo ambiente contaminado, pois o vírus é resistente ao meio ambiente).

Nunca se esqueça: um gato que vive sozinho e está infetado com calicivírus elimina o vírus totalmente entre o período de algumas semanas a alguns meses.

Como posso evitar que o meu gatinho apanhe o calicivírus felino?

Garantir que o seu gatinho é vacinado ajuda a prevenir doenças contagiosas, incluindo o FCV. Algumas vacinas são obrigatórias enquanto outras são apenas opcionais. As últimas podem variar de acordo com a localização, a idade, o estilo de vida e o estado imunológico do gatinho ou gato.

Vacinas recomendadas para gatinhos:

  • Calicivírus Felino (FCV)
  • Vírus da panleucopenia felina (FPV)
  • Herpesvírus felino (FHV-1)
  • Vírus da raiva (RV)

As vacinas são mais eficazes quando administradas em datas fixas com reforços em alturas específicas.

Quando é que o meu gatinho deve ser vacinado?

A vacinação inicial deve começar entre as sete e as nove semanas de vida. Fale com o seu médico veterinário, pois ele poderá avaliar o perfil de risco do gato e a melhor idade para este ser vacinado.

  • Crescimento intenso

Faça gosto e partilhe esta página

Nutrição feita à medida para o seu gatinho

Fórmulas nutricionais que ajudam a consolidar as defesas naturais do seu gatinho, apoiam o crescimento saudável e contribuem para o desenvolvimento do aparelho digestivo.

Content Block With Text And Image 2
Artigos relacionados
Adult cat lying down on a cat tree scratching a pole.

Artigos essenciais para o seu novo gatinho

Two kitten cats one lying down one standing up playing with each other indoors with a brown dog lying down behind.

Sugestões para treinar o seu gatinho

Gatinho sentado numa marquesa a ser examinado por um veterinário.

Preparar a primeira visita do seu gatinho ao médico médico veterinário

Encontrar um veterinário

Se estiver preocupado com a saúde do seu gato, consulte um veterinário para obter aconselhamento profissional.

Pesquisar perto de mim
Maine Coon adulto de pé, a preto e branco sobre um fundo branco
Cookie Settings