Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.
Saúde e bem-estar

Compreender a saúde do trato urinário e a dieta do seu cão

Cão adulto de pé a comer de uma tigela vermelha num espaço exterior.
A alimentação do seu cão pode desempenhar um papel importante na manutenção de uma boa saúde do trato urinário, evitando que o seu cão sinta desconforto e dor.

Os problemas relacionados com o trato urinário podem afetar os cães em qualquer fase da vida, podendo ter origem numa combinação de predisposições genéticas ou de raça, no estilo de vida e em fatores como infeções bacterianas. A dieta dos cães desempenha um papel importante na manutenção de uma boa saúde do trato urinário e pode ser utilizada para ajudar a prevenir possíveis problemas.

Por que motivo é importante a saúde do trato urinário do meu cão?

Um aparelho urinário saudável é fundamental para o funcionamento interno do seu cão. O seu aparelho urinário, que inclui rins e bexiga, processa e remove os resíduos do corpo. Se existirem problemas renais, o aparelho urinário não poderá remover esses resíduos. Os problemas vesicais podem incluir infeções ou cálculos. Estes problemas podem afetar o conforto e a saúde geral do seu cão.

Que problemas relacionados com o trato urinário podem ter os cães?

À semelhança dos seres humanos, os cães podem ser propensos a desenvolver cálculos no trato urinário. Estes ocorrem quando a concentração de certos minerais na urina do cão se torna muito elevada. O pH da urina, o volume de urina e outros fatores também desempenham um papel na sua formação. Os cães são mais propensos a sofrer de cálculos na bexiga em vez de nos rins (que é onde são geralmente encontrados nos seres humanos). Os cálculos na bexiga podem causar inflamações, predispor a infeções do trato urinário e até mesmo causar obstrução do trato urinário.

Existem diferentes tipos de cálculos constituídos por minerais e compostos diferentes. Como, por exemplo, a estruvite, o oxalato de cálcio, o urato e a cistina. Estes cálculos formam-se em situações distintas, com o pH da urina e a genética a desempenhar o seu papel, para além de outros fatores. 

Os cães também podem sofrer infeções bacterianas no aparelho urinário, o que pode levar a desconforto no trato urinário inferior. A incontinência urinária, as deficiências anatómicas congénitas e os tumores estão entre outros problemas que podem afetar o trato urinário dos cães.

Jack Russell adulto de pé a comer de uma tigela creme e prateada num espaço exterior.

Quais são os cães que correm o risco de ter problemas relacionados com o trato urinário?

Embora todos os cães tenham o potencial de desenvolver problemas relacionados com o trato urinário, algumas raças e tipos têm predisposição para estes problemas. As raças mais pequenas podem ter um maior risco de formação de certos tipos de cálculos, em parte porque bebem menos água, têm urina mais concentrada e urinam com menos frequência do que os cães maiores. 

Os Dálmatas têm uma mutação genética que afeta o processamento de proteínas no corpo, com o risco de cálculos de urato. Os Buldogues Ingleses e várias outras raças também podem ser afetados por esta mutação. Paralelamente, se o seu cão tiver excesso de peso, é mais provável que desenvolva cálculos de oxalato de cálcio.

Como é que a dieta do meu cão pode ajudar na saúde do trato urinário?

A dieta do seu cão desempenha um papel útil na manutenção de um ambiente urinário saudável para ajudar a reduzir o risco de desenvolvimento de certas cálculos. Isto é feito de várias maneiras, inclusive influenciando o pH da urina, limitando o número de precursores dos cálculos, nalguns casos, ajudando a estimular a diluição, o que ajuda a evitar a "supersaturação" da urina, um estado em que os cálculos se formam espontaneamente.

Se o seu cão tiver cálculos, certos tipos de cálculos podem ser dissolvidas com fórmulas urinárias veterinárias e medicação. Outros tipos não podem ser dissolvidos e podem ter de ser removidos, por exemplo, com procedimentos minimamente invasivos ou cirurgia. Se o seu cão tiver uma infeção, isto deve ser tratado clinicamente com antibióticos.

Importante: dar muita água ao seu cão irá incentivá-lo a beber. O aumento da água consumida ajudará a produzir um maior volume de urina, o que ajudará a diminuir a concentração de sais minerais e também resultará em micção mais frequente, fazendo com que o trato urinário seja libertado quando houver oportunidade de urinar. Em alguns casos, o seu médico veterinário pode aconselhá-lo a usar uma fórmula especial concebida para ajudar a aumentar a ingestão voluntária de água do seu cão. É importante certificar-se de que o seu cão tem sempre acesso a água limpa e fresca, e oportunidades frequentes de sair e urinar.

Se perceber que o comportamento do seu cão em relação à micção mudou, certifique-se de que visita o seu médico veterinário que poderá realizar um exame completo e ajudá-lo a escolher a dieta certa para apoiar a saúde do trato urinário do seu cão.

  • Saúde do trato urinário

Faça gosto e partilhe esta página

Artigos relacionados
Dogue Alemão adulto de pé num jardim a beber de uma tigela prateada.

​Como são tratados os problemas relacionados com o trato urinário em cães?

Young dog lying down on a sofa.

Problemas vesicais em cães

Ageing Golden Retriever lying down outdoors in grass.

Incontinência urinária em cães

Encontrar um veterinário

Se estiver preocupado com a saúde do seu cão, consulte um médico veterinário para obter aconselhamento profissional.

Pesquisar perto de mim
Jack Russell Terrier adulto de pé, a preto e branco sobre um fundo branco
Cookie Settings