Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.

Problemas vesicais nos gatos

Gato adulto deitado num soalho de madeira escura num espaço interior.
Os gatos sofrem frequentemente de problemas relacionados com o trato urinário, por isso, identificar os sinais desde cedo e atuar sobre eles pode ajudar com problemas de saúde e consequências a longo prazo.

A doença do trato urinário inferior felino (também conhecida como DTUIF) afeta muitos gatos em todo o mundo e, muitas vezes, não tem uma causa subjacente identificável. Pode ter sérias repercussões na saúde do seu animal de estimação, por isso, é importante reconhecer os sinais clínicos e obter a ajuda adequada do médico veterinário o mais rapidamente possível.

Causas dos problemas relacionados com o trato urinário nos gatos

O aparelho urinário do gato pode estar inflamado ou ter minerais acumulados na bexiga. Estes minerais podem eventualmente cristalizar, aumentar e unir-se formando "pedras" que podem irritar o aparelho urinário e bloquear a passagem da urina. Os gatos idosos com micção frequente também podem sofrer de doença renal crónica ou de outras doenças sistémicas.

sinais clínicos dos problemas relacionados com o trato urinário nos gatos

Quando o seu gato tem um problema relacionado com o trato urinário, o seu comportamento ao urinar muda. O gato pode tentar urinar com mais frequência e apenas urinar um pouco, ou deixar de o fazer de todo. Pode parecer tenso ou mostrar sinais de dor ao urinar e permanecer na posição em que urina durante mais tempo do que o habitual. A sua urina pode ter uma cor rosada devido a conter sangue. Noutras ocasiões, pode lamber ou limpar excessivamente a zona genital, mostrar perda de apetite ou apresentar outras alterações comportamentais.

Gato adulto deitado no topo de um arranhador em forma de árvore, num espaço interior.

Porque é que ronronam os gatos?

Esta é, provavelmente, uma das perguntas com uma resposta mais difícil no que diz respeito ao comportamento dos felinos.

Observou-se que os gatos podem ronronar em praticamente qualquer situação, desde os momentos em que estão confortáveis e contentes até, inclusivamente, pouco antes de morrer.

Alguns autores equiparam o ronrom com o riso humano, no sentido de que tal como as pessoas podem rir quando estão felizes, mas também quando têm medo (riso nervoso) ou quando querem alguma coisa de alguém, os gatos tendem a ronronar mais em situações parecidas. Talvez esta visão seja muito antropomórfica, mas parece que se adapta bastante à realidade.

O facto de que os gatos ronronarem numa situação tão desagradável ou stressante como a morte iminente associou-se a um estado de euforia, provavelmente originado pela libertação de endorfinas (conhecidas como as “moléculas da felicidade”), mas comprovou-se que se trata de um processo que também experimentam os doentes terminais.

De acordo com alguns estudiosos, a função de ronronar seria “informar” a outro indivíduo que o animal que faz isto não significa nenhuma ameaça.

Por último, uma teoria formulada recentemente faz referência ao papel curativo do ronrom. Esta teoria baseia-se em que os gatos ronronam a uma frequência entre 25 e 150Hz e alguns autores estabeleceram que a utilização de sons com estas frequências – especialmente as mais baixas da categoria, com fins terapêuticos – relaciona-se com um aumento da densidade óssea, assim como com uma restauração dos tendões e a melhoria das feridas, entre outros.

O ronrom seria, portanto, como uma espécie de mecanismo curativo interno que permitiria ao animal manter a densidade dos ossos e a funcionalidade dos tendões e dos músculos, durante os longos períodos de descanso que têm estes fenomenais predadores. Até agora, é só uma teoria e ainda falta muito para poder demonstrar esta capacidade do ronrom.

PABLO HERNÁNDEZ. ETÓLOGO VETERINÁRIO

  • Saúde do trato urinário

Faça gosto e partilhe esta página

Artigos relacionados
Gato adulto deitado numa marquesa a ser examinado por um veterinário.

​Como tratar um gato com questões relacionadas com o trato urinário

Adult cat standing indoors next to a silver bowl.

​De que forma a dieta do seu gato afeta a saúde do trato urinário

Adult cat lying down indoors.

Incontinência urinária em gatos

Encontrar um veterinário

Se estiver preocupado com a saúde do seu gato, consulte um veterinário para obter aconselhamento profissional.

Pesquisar perto de mim
Maine Coon adulto de pé, a preto e branco sobre um fundo branco