Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.

O cio da gata

O cio ou estro é um período do ciclo sexual dos animais que promove a reprodução.

cio ou estro é um período do ciclo sexual dos animais que promove a reprodução. Normalmente afeta as fêmeas, neste caso as gatas, tornando-se no único período em que elas permitem (e procuram) a cópula com o macho.

Tal como todas as fêmeas de mamíferos, o primeiro cio das gatas surge durante a puberdade, pelo que, a partir desse momento, são férteis. No entanto, o primeiro cio nem sempre surge na mesma idade em todas as gatas, sendo por isso variável, embora surja habitualmente entre os 8 e os 10 meses de idade.

Os sintomas de uma gata no cio

Os fatores que determinam o início da puberdade são o peso da fêmea e a raça. Contudo, existem outros fatores externos que também têm influência. Assim, as gatas devem ter um peso mínimo para entrar no cio e determinadas raças, como a siamesa, são mais precoces do que outras, como a persa.

Entre os fatores externos que interferem com o aparecimento do cio encontram-se a proximidade de um macho e o aumento das horas de luz do dia. Por isso é que a época habitual do cio das gatas começa na primavera. No entanto, o cio das gatas é muito peculiar porque, ao contrário das cadelas, pode repetir-se em intervalos de duas ou três semanas e não sangram.

É precisamente por causa da influência das horas de luz do dia que é bastante frequente as gatas, que vivem dentro de casa com aquecimento e luz artificial, tenham o cio mesmo no inverno.

Comportamento de uma gata no cio

O cio das gatas produz mudanças do seu comportamento, pelo que, não só ficam mais caprichosas e reclamam a nossa atenção constantemente, como também é frequente miarem muito, esfregarem-se por toda a parte, arquearem-se e ficarem rígidas quando são tocadas; na verdade, estão a adotar uma posição semelhante à da cópula, chamada “lordose”: com o lombo descido e a cauda desviada lateralmente.

Gato Bosques da Noruega adulto sentado num jardim exterior.

Como posso tratar a caspa no meu gato?

Se identificou sinais clínicos de caspa no seu gato, é importante levá-lo ao médico veterinário, para despistar se esta origina de uma micose ou de outra infeção parasitária. Se o seu gato tiver uma micose, o médico veterinário tratará da mesma em três etapas: tratando o pelo infetado, removendo todos os esporos restantes e desinfetando o meio ambiente do gato. Se a caspa provier de outro tipo de parasita, o médico veterinário irá aconselhá-lo sobre o melhor tratamento a fazer.

Alimentar o seu gato com comida nutricionalmente equilibrada e completa é uma das melhores formas de otimizar a saúde da pele e prevenir o surgimento da caspa. Se o seu gato for particularmente propenso a problemas de pele, também pode escolher um alimento especificamente concebido para promover e manter uma boa saúde da pele. É importante também prestar muita atenção ao ambiente e estilo de vida do seu gato para ter certeza de que está fazer tudo o que pode para promover o seu bem-estar.

Geralmente, a caspa em gatos é facilmente tratável. Consulte o médico veterinário para obter conselhos sobre como manter a pele e o pelo do seu gato saudáveis.

  • Bem-estar geral

Faça gosto e partilhe esta página

Artigos relacionados
Adult cat lying down on a carpet surrounded by grey blankets.

​Como reconhecer o stress em gatos

Conselhos para preservar melhor o alimento do seu gato

Cuidado com as quedas!

Encontrar um veterinário

Se estiver preocupado com a saúde do seu gato, consulte um médico veterinário para obter aconselhamento profissional.

Pesquisar perto de mim
Maine Coon adulto de pé, a preto e branco sobre um fundo branco