Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.

Preparar a primeira visita do seu gatinho ao médico médico veterinário

Gatinho sentado numa marquesa a ser examinado por um veterinário.
Poderá já estar acostumado ao processo de levar animais de estimação ao médico veterinário, mas, se não estiver, vale a pena dedicar algum tempo a compreender todo o processo e como pode garantir que o gatinho se sente o mais confortável possível.

Poderá já estar acostumado ao processo de levar animais de estimação ao médico veterinário, mas, se não estiver, vale a pena dedicar algum tempo a compreender todo o processo e como pode garantir que o gatinho se sente o mais confortável possível.

Como escolher o médico veterinário do seu gatinho

Quando foi buscar o seu gatinho, pode ter sido aconselhado a levá-lo ao mesmo médico veterinário. Se isso não for possível por qualquer motivo, terá de escolher uma clínica para o seu animal de estimação.

Há vários fatores a considerar na escolha de uma nova clínica veterinária, por exemplo:

  • A reputação local da clínica
  • A que distância fica da sua casa
  • O caminho para lá chegar
  • Se é uma área de estacionamento fácil
  • Se a clínica é limpa e bem mantida
  • Se a ficha do animal de estimação é mantida atualizada
  • Se envia lembretes para vacinas em check-ups de saúde
  • Que programas de medicina preventiva tem em vigor
  • O padrão e a variedade de equipamentos que tem disponível
  • Como estão organizados os serviços de emergência ou fora de horas
  • Se oferece conselhos nutricionais específicos para o seu animal de estimação
  • Se a abordagem é adequada às necessidades do seu gato

Há algum tempo que os profissionais que estão particularmente conscientes das necessidades especiais dos gatos adotaram uma abordagem "amiga do gato". Estas clínicas são projetadas em torno das necessidades dos gatos, com tempos de cirurgia ou áreas especiais de espera apenas para gatos. Existem dispensadores de feromonas calmantes, iluminação difusa, uma atmosfera calma e uma abordagem especialmente paciente e atenciosa. Todos esses elementos permitem que os médico veterinários, os tutores e os gatos tenham uma consulta ou recebam cuidados em condições ideais.

Quando os gatos não são muito cooperativos ou são até mesmo agressivos durante as visitas ao médico veterinário, isso deve-se a estarem assustados e não terem outra forma de lidar com as "ameaças" pelas quais se sentem atacados.

O que fazer antes da visita do seu gatinho ao médico veterinário

O seu médico veterinário vai considerar as suas informações, como tutor do gato, muito úteis para decidir que vacinas será necessário administrar.

Antes da consulta, verifique o boletim de saúde do seu gato. Pode ser útil escrever algumas informações, como a dieta que o gato faz (marca, quantidade, etc.), os hábitos de ingestão de líquidos, o ambiente em que vive e se notou qualquer alteração alimentar, digestiva ou comportamental.

Manter um registo em papel do histórico de saúde do seu gato e dos tratamentos passados pode ser muito valioso. O ideal é manter um arquivo com todas as intervenções médicas.

Transportar o seu gatinho para o médico veterinário

Por razões de segurança, o seu gato deve viajar numa transportadora especialmente concebida para gatos. O ideal é que seja já um objeto familiar para o gatinho. Para facilitar as coisas, se estiver a planear uma visita ao médico veterinário em breve, transporte-o na transportadora diversas vezes durante vários dias antes da consulta e deixe-a aberta a um canto da casa onde o gatinho goste de ir.

Pode pulverizar feromonas calmantes e colocar um cobertor lá dentro que já tenha o odor do seu gato. Isso ajudará o gatinho a acostumar-se à caixa e a sentir-se seguro nela, protegido de olhares indiscretos. Se a caixa tiver um lado aberto, cubra-a com um cobertor ou uma toalha, para que fique menos exposta.

Como lidar com o seu gatinho no médico veterinário

Para limitar o impacto de uma visita ao médico veterinário, existem algumas dicas úteis que pode seguir:

  • Na sala de espera, deixe o gato na sua cesta e coloque-o numa superfície elevada como uma cadeira.
  • Tente não fazer movimentos repentinos e transporte o gato com cuidado quando o for colocar na marquesa.     
  • Alguns gatos sentem-se seguros na sua caixa. Se for esse o caso, retire a parte superior, para que o médico veterinário possa chegar ao animal.
  • Fale com o seu gato em voz baixa e mantenha-se calmo. Se estiver agitado, o gato vai perceber e ficará ainda mais stressado.
  • Pode confiar nos profissionais: a equipa veterinária está habituada a lidar com gatos, mesmo com os menos cooperantes. Se tentar intervir, não só estará a estorvar, como pode magoar-se.
  • Alguns médico veterinários fazem consultas domésticas. Neste caso, feche o gato apenas num quarto, de preferência, sem muitos esconderijos. Lembre-se de que algumas consultas vão certamente exigir-lhe a si e ao seu gato que se desloquem até lá.
  • Um gato assustado pode piorar ainda mais a situação, especialmente se tiver problemas respiratórios ou tiver sofrido um acidente. O melhor é manter-se calmo e tranquilizar o gato acariciando-o e falando com ele num tom suave.
  • Se o seu gato precisar de ser hospitalizado, se possível, escolha um lugar que tenha em conta as necessidades específicas dos gatos. Se a consulta for planeada com antecedência, poderá, normalmente, levar a almofada do gato ou a sua manta favorita, ou até mesmo uma peça de roupa que tenha usado e que, por isso, tenha o seu odor.
Gatinho sentado numa marquesa a ser examinado por um veterinário.

Voltar para casa do médico veterinário

Na maioria das vezes, os gatos ficam encantados por estar de volta ao ambiente familiar. Quando voltar da clínica veterinária, deixe o seu gato instalar-se com calma.

Os gatos (se forem suficientemente saudáveis para o fazer) certamente vão querer ter a certeza de que a mobília não foi mudada, de que o jardim ainda está lá e de que a caixa sanitária é realmente deles.

Muitas vezes, inspecionam os lugares favoritos e depositam o seu odor esfregando a testa ou afiando as garras.

No entanto, em casas com vários gatos, terá de tomar algumas precauções para ter um regresso feliz e sereno à comunidade felina.

Apresentar de novo o seu gatinho a outros animais de estimação

Em grupos de gatos bem estabelecidos cada um conhece os outros e trocaram regularmente assinaturas olfativas.

Pode acontecer que um gato saia temporariamente do grupo e, quando volta para a casa, já não seja reconhecido por um ou por todos os seus colegas gatos, o que pode causar ansiedade ou até mesmo lutas.

Portanto, é necessário tomar certas precauções quando o viajante voltar para casa.

Estas precauções também podem ser usadas ao apresentar um novo habitante pela primeira vez, seja qual for a sua espécie:

  • Antes de mais nada, tem de se certificar de que a atmosfera na casa é pacífica, pulverizando feromonas sintéticas.
  • Para que o novo habitante tenha um cheiro "local", pode esfregar com um pedaço de pano infundido com o odor de um gato que não saiu de casa.
  • Se for possível, coloque na transportadora uma capa usada por gatos que não tenham saído, para que o gato que chega reconheça o odor dos seus companheiros.

Um encontro stressante antes, durante ou depois de uma visita ao médico veterinário pode deixar uma impressão duradoura no seu gatinho e torná-lo mais resistente a consultas no futuro.

Dar estes passos simples para garantir que este processo é calmo e sem stress significa que o seu gato vai crescer sentindo-se mais confortável e confiante ao visitar o médico veterinário na vida adulta.

  • Crescimento intenso

Faça gosto e partilhe esta página

Nutrição feita à medida para o seu gatinho

Fórmulas nutricionais que ajudam a consolidar as defesas naturais do seu gatinho, apoiam o crescimento saudável e contribuem para o desenvolvimento do aparelho digestivo.

Content Block With Text And Image 1
Artigos relacionados
Two kitten cats one lying down one standing up playing with each other indoors with a brown dog lying down behind.

Sugestões para treinar o seu gatinho

Young cat lying down on an examination table being checked over by a vet.

Parasitas internos em gatos

Adult cat running outdoors on gravel.

Como ajudar o seu gatinho a manter-se em forma