Norwegian Forest Cat kittens sat together in black and white

Cuidar da saúde do seu gatinho

Os primeiros meses de vida do seu gatinho consistem num período de incrível crescimento e desenvolvimento. Ao cuidar da saúde do seu gatinho nesta etapa crucial, estará a criar as bases para que tenha um futuro saudável na sua companhia.

Sete sugestões para manter o seu gatinho saudável

Existem muitas formas simples de cuidar da saúde e felicidade do seu gatinho. Aqui ficam algumas das principais sugestões dos médicos veterinários e nutricionistas da Royal Canin.

1. Aprenda a ler a linguagem corporal do seu gatinho para saber quando este poderá estar a sentir-se mal. Se detetar que algo não está bem, fale com o médico veterinário.

2. Certifique-se de que o seu gatinho recebe a nutrição adequada, fazendo uma alimentação equilibrada e especial para gatinhos.

3. Os gatinhos precisam de dormir muito, por isso, garanta que o seu gatinho tem um espaço cómodo e sossegado para descansar.

4. Tenha o cuidado de nunca acordar um gatinho que estiver a dormir

5. Os gatinhos também precisam de se exercitar e de desfrutar de companhia, portanto, reserve um pouco de tempo para brincar com o seu.

6. Ajude a consolidar a confiança do seu gatinho, garantindo que este é tratado regularmente por várias pessoas.

7. Siga sempre o plano de vacinação recomendado pelo seu médico veterinário.

Desenvolva a imunidade do seu gatinho com nutrição personalizada

É vital para a saúde e o bem-estar do seu gatinho a longo prazo que este desenvolva um sistema imunitário forte durante os primeiros meses de vida. As nossas fórmulas são desenvolvidas cientificamente para apoiar um crescimento saudável.

Ginger kitten being examined by a vet

A primeira visita do seu gatinho ao médico veterinário

É importante levar o seu gatinho ao médico veterinário pouco depois de o trazer para casa. O seu médico veterinário precisará de verificar vários aspetos e de efetuar tratamentos importantes, como a vacinação e a desparasitação. É uma excelente oportunidade para saber mais sobre a saúde do seu gatinho e como cuidar dele.

A primeira visita ao médico veterinário

Vacinar o seu gatinho

As vacinas são essenciais para reforçar as defesas naturais do seu gatinho e protegê-lo contra uma série de doenças contagiosas, que por vezes podem ser fatais.

As vacinas recomendadas protegem os gatinhos contra doenças como:

  • Leucemia felina - enfraquece o sistema imunitário e aumenta drasticamente a vulnerabilidade perante as infeções.
  • Calicivírus felino (FCV) - altamente contagioso, é uma das principais causas das infeções respiratórias nos gatinhos. Esta doença é transmitida pelo contacto direto com os olhos ou com o nariz de gatos infetados, ou pelo contacto com objetos contaminados, como tigelas ou brinquedos.
  • Vírus da panleucopenia felina (FPV) - uma doença viral frequentemente fatal que provoca vómitos. O gato pode também sofrer de diarreia, embora esta nem sempre esteja presente.
  • Vírus do herpes felino (FHV-1) - uma das principais causas da gripe felina e das doenças oculares nos gatos.
  • Vírus da raiva (VR) - transmitido pela saliva de um animal infetado, pode ser introduzido sob a pele a partir de feridas resultantes de mordeduras.

Existem também outras vacinas de que o seu gatinho pode precisar. O seu médico veterinário pode aconselhar-lhe sobre o que é melhor para a saúde do seu gatinho.

É muito importante que o seu gatinho receba as vacinas certas na idade correta, para garantir a sua saúde e bem-estar durante o seu crescimento. O seu médico veterinário poderá avaliar os riscos a que se encontra exposto o seu gatinho corre e estabelecer um plano de vacinação detalhado, de acordo com as suas necessidades.

A idade ideal para a primeira vacinação do seu gatinho é entre as seis e as nove semanas. Verifique com o tutor anterior do seu gatinho, pois este pode já ter tomado a sua primeira vacina antes de o trazer para a sua casa.

As vacinas do seu gatinho serão mais eficazes se tomar vacinas de reforço em alturas específicas. Para manter a imunidade do gato até à idade adulta, as vacinas devem repetir-se uma vez cada 1-3 anos, dependendo das circunstâncias individuais e do tipo de vacina.

O seu gatinho pode apresentar alguns destes sintomas comuns após a vacinação:

  • Febre ligeira.
  • Desinteresse pela comida e pela atividade física.
  • Desconforto ou inchação na zona onde foi administrada a vacina.
  • Espirros ou tosse leve.

Se estes sintomas persistirem durante mais de um ou dois dias, é importante contactar o seu médico veterinário.

Também deve contactar o seu médico veterinário imediatamente se o seu gatinho apresentar efeitos secundários menos comuns. Estes podem incluir:

  • Vómitos ou diarreia.
  • Prurido.
  • Inchação à volta do rosto, do pescoço e da boca.
  • Dificuldade em respirar ou tosse intensa.

Desparasitação e esterilização dos gatinhos

Prevenção contra vermes em gatinhos

Como o sistema imunitário do seu gatinho ainda está em desenvolvimento, tem mais propensão para ser infestado por vermes do que o dos gatos adultos. Os vermes são parasitas internos. Aqueles que normalmente aparecem em gatinhos e gatos pertencem a dois tipos:

  • Lombrigas – alojam-se no intestino delgado do gatinho e formam bolas que podem provocar obstruções.
  • Ténias – fixam-se nas paredes do intestino e causam inchaço e diarreia, afetando, por vezes, a pelagem do gatinho.

Quais são os sinais clínicos dos parasitas?

Existem vários sinais clínicos que podem indicar que o seu gatinho tem parasitas, nomeadamente: enjoos, diarreia, abdómen inchado, perda de peso, pelagem em mau estado, fraqueza, perda de energia, ânus dorido, vómitos e sangue nas fezes. Se um gatinho tiver um verme pulmonar, poderá ainda ter tosse, pieira e falta de ar.

Tratamento contra parasitas para gatinhos

Enquanto parte do plano inicial de vacinação, o seu gatinho deverá efetuar tratamentos regulares de desparasitação. O médico veterinário poderá recomendar tratamentos de desparasitação contínuos com base no estilo de vida do seu gato, incidindo especificamente no facto de o gato ter acesso ao exterior e de estar em contacto com outros animais.
1/4

O meu gatinho precisa de ser esterilizado?

A esterilização ou castração dos gatos e das gatas impede que estes se reproduzam, cessando a produção de óvulos ou esperma. A esterilização implica a realização de uma pequena cirurgia no seu gato que deve ser feita por um médico veterinário, com anestesia geral.

Tabby kitten being examined by a vet
2/4

Os benefícios adicionais de esterilizar o seu gatinho

Além de prevenir ninhadas indesejadas, a esterilização acrescenta outros benefícios para o seu gatinho, quer ao nível da saúde, quer ao nível comportamental. Por exemplo, uma gata deixará de produzir as hormonas sexuais que atraem os machos e os sinais clínicos do cio são atenuados ou podem até mesmo desaparecer. Será ainda muito menos provável que o gato se afaste muito e que entre em brigas.

Dois gatinhos de pé num muro exterior
3/4

Alguns dos benefícios para a saúde da esterilização e da castração

Depois da esterilização, as fêmeas correm menos risco de tumores nas glândulas mamárias, infeções ovarianas e uterinas e infeções por parasitas. A castração também reduzirá o risco de cancro dos testículos nos machos. Outros benefícios incluem a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, menos odor na urina e menos marcação de território através da pulverização.

Maine Coon kitten sitting outdoors in long grass
4/4

A melhor idade para o seu gatinho ser esterilizado

Normalmente, um gatinho pode ser esterilizado quando a puberdade começa, entre os seis e os sete meses. O seu médico veterinário poderá fornecer orientações relacionadas especificamente com o seu gatinho.

Kitten sitting on a windowsill looking outside

Depois da esterilização, os gatinhos geralmente ganham peso com mais facilidade porque o seu apetite aumenta e tornam-se menos ativos. Para impedir que o seu gatinho fique com excesso de peso e os problemas de saúde associados, é importante ajustar-lhe a alimentação, algo em que o seu médico veterinário o pode aconselhar.

Kitten lying down under a grey blanket

Detetar sinais clínicos de doença

Se souber quais são os problemas de saúde comuns que o seu gatinho poderá enfrentar e se conhecer os primeiros sinais desses problemas, irá sentir-se mais seguro e conseguirá cuidar melhor do seu gatinho.

Problemas de saúde comuns
Gatinho Shorthair Britânico de pé, a preto e branco sobre um fundo branco

A nutrição certa pode contribuir para manter o seu gatinho saudável

Um dos aspetos mais importantes para a saúde do seu gatinho é a sua alimentação. Os gatinhos e gatos têm necessidades nutricionais diferentes em idades diferentes. Como tal, alimentar o seu gatinho com os nutrientes adequados para a idade e de acordo com as necessidades individuais é muito importante para garantir uma forte densidade óssea, saúde da pele e pelagem, conforto digestivo e outros importantes fatores.

Nutrição específica para gatinhos

Entre as quatro e as oito semanas de idade, os gatinhos estão prontos para deixar a sua dieta exclusivamente láctea e podem ser desmamados. O alimento seco pode ser misturado com água e/ou leite em pó, numa proporção de 1:3, para que se habituem às novas texturas. No entanto, o seu aparelho digestivo ainda não se encontra completamente desenvolvido, pelo que necessitam uma alimentação de fácil digestão, que satisfaça as necessidades nutricionais específicas desta fase do seu crescimento.

O seu gatinho ainda não é capaz de digerir alguns nutrientes, pelo que necessitará um alimento adaptado à sua fase digestiva. Assim assegurará que recebe os nutrientes e a energia de que necessita para crescer, desenvolver-se e manter-se saudável.

Os sistemas digestivo e imunitário do seu gatinho estão a fortalecer-se, mas ainda são frágeis. Embora o seu ritmo de crescimento e as suas necessidades energéticas comecem a diminuir, ele continua a precisar de uma alimentação especialmente concebida para gatinhos em desenvolvimento.

À medida que o gatinho se aproxima do seu peso adulto, por volta dos 12 meses, deverá começar a comer alimento para gatos em doses para gatos adultos. As suas necessidades nutricionais específicas dependem do seu tamanho e de outros fatores, como o seu nível de atividade e ter sido ou não esterilizado. Vale a pena pedir ao seu veterinário que lhe aconselhe, para assegurar que a mudança para o alimento de adulto tenha lugar na altura certa para o seu gato.

Sacred Birman kitten in black and white eating from a white dish

Alimentar o seu gatinho

Obtenha um conhecimento aprofundado das necessidades nutricionais do seu gatinho e de como garantir que o gatinho adquira hábitos alimentares saudáveis.

Nutrição especificamente formulada para gatinhos

Nutrição adaptada para satisfazer as necessidades específicas de gatinhos de diferentes idades, raças e estilos de vida.