Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.
Gatinho

Sugestões para treinar o seu gatinho

Two kitten cats one lying down one standing up playing with each other indoors with a brown dog lying down behind.
A sua contribuição para a base de aprendizagem do seu gatinho é limitada, no entanto, treinar o seu gatinho pode ser simples, desde que o objetivo seja claro e o treinador recompense o comportamento certo no momento certo.

O treino funciona melhor se as sessões forem razoavelmente curtas e com intervalos frequentes, se o gato estiver isento de distrações, se a recompensa for valiosa para o gato e se o comportamento a ser ensinado não estiver associado a algo de negativo do passado.

De que forma aprendem os gatos

A educação básica do seu gatinho decorre desde o período em que nasce até aos 6 meses, através do papel dominante da mãe e da interação com os irmãos. O gatinho começa por imitar a mãe, começando depois a aprender por si próprio, através da experimentação. Como tal, a sua contribuição para a educação do seu gatinho é limitada, mas ainda é da sua responsabilidade concluir a socialização do animal no contexto de um novo ambiente.

O papel da mãe gata

É recomendado esperar que o seu gatinho tenha, pelo menos, dois meses de vida antes de o separar da mãe e dos irmãos. As mães desempenham um papel fundamental na educação dos seus gatinhos, ensinando-lhes hábitos de higiene e de sociabilização através do seu exemplo e através das brincadeiras, além de os alimentar, mantê-los vigiados, confortá-los e protegê-los.

Gata adulta deitada num tapete branco com gatinhos recém-nascidos.

O seu papel

O seu gatinho também é influenciado pelo ambiente criado por si. Um gatinho que esteve em contacto com diferentes pessoas e animais desde muito cedo será um gato mais equilibrado e curioso.

Os princípios do treino do seu gatinho

Embora o seu gatinho comece por imitar a mãe dele, depois irá fazer experiências sozinho. Faz parte da experiência aprender quais são as consequências das ações dele. Essencialmente, se gostarem dessas consequências, irão repetir essas ações.

Morder e coçar

O gatinho deve compreender o que é e não é permitido o mais depressa possível, antes das garras e dos dentes estarem completamente desenvolvidos. Quando brinca com os irmãos, as mordidas e arranhões que o gatinho recebe ajudam-no a determinar até que ponto podem ser agressivos ao usar os dentes e as garras sem causar dor.

Comunicação com o gatinho

Que o gato não saiba falar não significa que não saiba comunicar e, para isso, utiliza o miar, o ronronar, a marcação através de cheiros e as expressões faciais. Algumas destas formas de comunicar não são naturais, mas sim adquiridas com a domesticação – se estiver atento à linguagem dele vai melhorar muito a comunicação com o gatinho.

O miar não formava parte da linguagem felina antes da domesticação, só os gatinhos muito pequenos o utilizavam, mas agora é mais uma forma de comunicar com o ser humano. Pelo contrário, o ronronar está presente no gato desde sempre, mas os especialistas não estão de acordo sobre a função que tem.

Utilizar a caixa sanitária

Com cerca de cinco ou seis semanas de idade, o seu gatinho terá aprendido a usar a caixa sanitária, e passará muito tempo a cobrir os excrementos. Se o gatinho não fizer isto, coloque-o na caixa sanitária com frequência, especialmente após as refeições. Pegue-lhe nas patas e faça um buraco para o habituar a cobrir os excrementos. Só deve ter de repetir isto uma ou duas vezes.

Tem um controlo limitado sobre o treino do seu gatinho, mas, se aprender a ler a sua linguagem corporal, bem como os sons e as expressões faciais, vai compreender o comportamento do seu gatinho e ficar melhor preparado para garantir o seu bem-estar.

Hora de dormir

O gato é uma espécie noturna, por isso, apesar de levar milénios em contacto com o ser humano e ter uma vida com muita atividade diurna, não é nada estranho que o gatinho possa passar uma grande parte do tempo “ativo” durante a noite.

Isto pode ser uma tortura quando queremos dormir, por isso, para conseguir que um gatinho durma a noite toda deve mantê-lo muito ativo durante o dia. É melhor brincar com ele um bocado antes de se ir deitar.

Se durante a noite o acorda porque está ativo, não lhe preste atenção se não for estritamente necessário, pois pode interpretá-lo como uma brincadeira e com esta atitude fomentar esse comportamento.

Se o gatinho não parar de choramingar, também não lhe passe pela cabeça dar-lhe comida para que se cale ou deixe de incomodar, porque também fomenta a que continue a fazer isto. No entanto, certifique-se de que a causa de choramingar não é uma doença consultando o veterinário.


Brincadeiras de gatos

Um dos comportamentos básicos do gatinho é o jogo. Com ele aprendem a relacionar-se com os irmãos dele e a desenvolver habilidades para caçar. É este impulso caçador que leva o gatinho a agarrar as suas mãos com as garras e mordê-las, como se fosse uma presa.

Uma atitude tão natural e que não causa nenhum dano aos irmãos dele, pode ser terrível para si com essas unhas e dentes tão pontiagudos, que ainda são muito piores porque o gatinho ainda não controla a força que tem.

Não use as suas mãos para brincar. Dado que o gatinho morde a brincar, as suas mãos podem acabar por ficar maltratadas se as utilizar para brincar com ele. Também por esta razão o gatinho morde os pés.

Utilize brinquedos para gatos. Só há uma forma para que o gatinho deixe de morder tudo, colocando à disposição dele brinquedos para gatos, além disso, fomentará o exercício, o que ajuda a afastar o excesso de peso.


Paciência e constância

Nem sempre é fácil educar os gatos, de facto, aproximadamente 15% resiste à sociabilização com as pessoas, especialmente se o gatinho foi encontrado na rua e o período de sociabilização foi feito na ausência de seres humanos.

No entanto, esteja mais ou menos sociabilizado, na altura de estabelecer regras ao seu gatinho deve ser intransigente com as ordens. Se lhe permitir, apesar de ser só uma vez, fazer alguma coisa vai “deitar por água abaixo” todo o esforço realizado.

 

Mas, apesar da aprendizagem do gato precisar de muita paciência e consistência da sua parte, tenha a certeza de que os gatos também aprendem… à maneira deles.

 

  • Treino e comportamento
  • Crescimento intenso
  • Crescimento sustentado

Faça gosto e partilhe esta página

Nutrição feita à medida para o seu gatinho

Fórmulas nutricionais que ajudam a consolidar as defesas naturais do seu gatinho, apoiam o crescimento saudável e contribuem para o desenvolvimento do aparelho digestivo.

Saber mais
Content Block With Text And Image 1
Artigos relacionados
Adult cat sitting outdoors in long grass.

Quando é que o meu gatinho se torna um gato?

Kitten cats walking outdoors in long grass.

5 principais acontecimentos no crescimento do seu gatinho

Adult cat lying down on owners knee while being groomed with a red brush.

Sugestões de higiene e limpeza para o seu gatinho

Cookie Settings