Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.
Está a pensar em ter um gato?

​O seu guia para adotar um gato

Two adult cats walking together in a field.
Resgatar um gato ou um gatinho pode ser uma experiência extremamente gratificante, mas é importante ponderar bem as opções que tem disponíveis de modo a garantir que conseguirá oferecer o lar certo para o seu novo animal de estimação.

Resgatar um gato ou um gatinho pode ser uma experiência extremamente gratificante, mas é importante ponderar bem as opções que tem disponíveis de modo a garantir que conseguirá oferecer o lar certo para o seu novo animal de estimação.

Benefícios da adoção de um gato

A adoção de um gato pode ser uma jornada extremamente gratificante por diversas razões, tanto práticas quanto emocionais. Enumeramos, em seguida, algumas:

  • Se for a um centro de resgate, a equipa conhecerá bem cada gato e ajudará a encontrar o animal certo para si.
  • Os gatos de abrigos geralmente foram desparasitados e examinados por um médico veterinário, tendo sido muitas vezes esterilizados e vacinados antes de irem para o seu novo lar. Normalmente, ser-lhe-á pedida uma contribuição financeira acessível quando levar o seu gato para casa.
  • Um abrigo avaliará sempre o seu estilo de vida para se certificar de que este é adequado ao bem-estar e às necessidades do gato, e poderá responder a quaisquer perguntas que possa ter.
  • Se adotar um gato adulto, este poderá já ter sido treinado para a vida em casa.

Desafios da adoção de um gato

Ter consciência dos desafios da adoção de um gato desde o início pode ajudá-lo a tomar a sua decisão e apoiá-lo nas fases iniciais da vida do gato em sua casa:

  • Se optar por adotar um gatinho, este será inicialmente muito mais dependente do que um gato adulto e não pode ficar sozinho durante muito tempo.
  • Se adotar um gatinho, precisará de reservar algum tempo para o treinar para a vida em casa.
  • Se adotar um gato adulto, este pode já ter maus hábitos que serão difíceis de mudar. 

Dicas para adotar um gato

Depois de tomar a sua decisão de adotar um gato, há algumas medidas que pode tomar para tornar o processo mais fácil para si e para o seu novo animal de estimação:

  • Faça perguntas: Veja se o abrigo sabe a idade do gato e que tipo de vida teve. Pergunte se está habituado a ficar sozinho, se há algo a que deva estar atento e qual é o seu comportamento habitual. Pergunte como reage com crianças e outros animais, bem como aos diferentes ambientes, e se está acostumado a sair de casa.
  • Passe tempo com o gato: Tente ver o gato várias vezes antes de adotá-lo e passe algum tempo com ele para que ele o fique a conhecer.
Russian adulto sentado junto de outro gato, com fundo cinzento.

Trazer o seu gato adotado para casa

Quando levar o seu gato adotivo para casa pela primeira vez, tente proceder da seguinte forma para que se acostume lentamente à nova família e ao ambiente:

  • comece por mantê-lo numa divisão, de preferência no quarto em que a caixa de areia vai ficar, e deixe-o explorar o espaço num ambiente calmo e silencioso.
  • Apresente os animais de estimação residentes gradualmente e depois de o gato se instalar no seu ambiente. Enquanto o seu gato se estiver a instalar, é boa ideia trocar brinquedos ou outros objetos entre o novo animal e os animais residentes, para que possam acostumar-se ao cheiro um do outro.
  • Certifique-se de que a sua casa está segura. Para tal, guarde todas as substâncias tóxicas, coloque uma proteção contra incêndio em frente à lareira e certifique-se de que os recipientes e sanitas têm tampas fechadas.
  • Mantenha o seu gato dentro de casa durante, pelo menos, as primeiras quatro semanas, para reduzir as possibilidades de o animal se perder
  • Encontre uma clínica veterinária de confiança e marque uma consulta de rotina para o seu novo gato o mais rapidamente possível, antes de o apresentar a qualquer animal de estimação existente, para evitar a possibilidade de espalhar infeções.

Onde adotar um gato

Há uma série de opções disponíveis para a adoção de gatos, incluindo:

  • Amigos, vizinhos ou conhecidos que possam ter tido ninhadas por acidente. Neste caso, provavelmente os gatos terão de ser vacinados e avaliados por um médico veterinário.
  • Centros de resgate: existem centros de resgate, como associações de proteção de gatos. Procure informar-se sobre os centros locais antes de os visitar.
  • Os seus médico veterinários locais. Vale a pena falar com o seu médico veterinário local, pois é frequente que estes profissionais recebam gatos e gatinhos indesejados ou abandonados. Por outro lado, o médico veterinário poderá recomendar centros de resgate locais, se estiver a par de qualquer gatinho disponível.

Ao fazer as devidas pesquisas antes de adotar um gato, aumenta as possibilidades de ter um gato saudável que seja feliz consigo e que o faça feliz.

  • Bem-estar geral
  • Escolher o gato certo

Faça gosto e partilhe esta página

Artigos relacionados
Kitten cat lying down indoors on top of a cat tree.

O custo da tutoria de um gato

Adult cat standing next to a kitten licking its ear.

Devo adotar um gato ou comprar um gatinho?

Adult British Shorthair lying down indoors on a windowsill.

Devo escolher um gato de raça pura ou de raça indeterminada?

Saiba mais sobre as raças felinas

Pesquisar raças

Ver todas as raças de gatos
Maine Coon adulto de pé, a preto e branco sobre um fundo branco