Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.

Guia para mudar a alimentação dos seus cães

English Cocker Spaniel eating from a bowl indoors
A introdução de um novo alimento na alimentação do seu cão deve ser gradual, a fim de evitar possíveis perturbações gástricas. Siga o nosso prático guia de sete dias para introduzir o novo alimento do seu cão com segurança e cuidado.

Quando devo ponderar uma mudança na alimentação do meu cão?

Poderá chegar uma altura em que se apercebe de que é necessário mudar a alimentação do seu cão. Há inúmeras razões que o podem motivar a fazer esta mudança, por exemplo:

  • O seu cão está a passar de uma das principais três fases da sua vida para outra: cachorro, adulto e sénior. Cada uma destas fases da vida apresenta o seu próprio conjunto de necessidades, podendo beneficiar com uma nutrição adaptada.
  • A sua cadela está em gestação. Uma cadela lactante necessitará de mais energia e poderá precisar de uma nova dieta mais adequada às suas necessidades nutricionais.
  • Uma doença ou um estado de saúde que exige um suporte nutricional suplementar, por exemplo, sensibilidade dérmica ou uma perturbação gastrointestinal.
  • Pesquisou diversos alimentos para cães ou falou com o seu médico veterinário e tomou a decisão de mudar a alimentação do seu animal de estimação.

Sinais de que o seu cão poderá necessitar de mudar de alimentação

Existem alguns sinais a que deve estar atento e que poderão indiciar que é necessário mudar para um novo alimento:

  • Uma pelagem lisa e baça poderá indicar que o seu cão não está a obter os nutrientes de que precisa na sua dieta.
  • Fezes moles e flatulência podem ser um sinal de intolerância alimentar ou o resultado de um alimento de menor qualidade.
  • Níveis baixos de energia.
  • Cães com excesso de peso ou obesos poderão necessitar de uma nova dieta, em vez de uma simples redução da alimentação praticada, de modo a garantir que continuam a ter a nutrição completa e equilibrada que precisam enquanto, de uma forma lenta e segura, se tenta reduzir o seu peso, proporcionando uma perda de peso saudável.

Se estiver preocupado com a saúde do seu cão, o médico veterinário poderá ajudá-lo a determinar a alimentação adequada para o seu animal de estimação. O médico veterinário também o pode ajudar a saber quando o seu animal de estimação deve fazer a transição para um novo alimento e como fazê-lo com êxito. O conselho do seu médico veterinário contribuirá para que a experiência durante esta transição seja positiva para ambos.

Como mudar a alimentação do seu cão - fazer a transição gradualmente

Quando tomar a decisão de mudar para outra alimentação, recomendamos que faça uma transição gradual. Ao introduzir lentamente a nova alimentação do seu animal de estimação, ajudará a evitar perturbações gástricas. Geralmente, este processo leva cerca de uma semana e é sempre aconselhável monitorizar o seu animal de estimação de modo a garantir que está a reagir bem.

Comece por incluir o novo alimento numa proporção inferior à do alimento antigo. Em seguida, ao longo de um período de cerca de uma semana, altere gradualmente a proporção do alimento antigo do seu animal de estimação para o alimento novo até a transição para a dieta nova estar completa. Nos primeiros dias, dê-lhe uma proporção aproximada de 25% do novo alimento e 75% do antigo, e monitorize o consumo dos alimentos e o comportamento do seu animal de estimação.
Se todos os sinais forem positivos depois de alguns dias, comece a mudar a proporção do novo alimento e do antigo. Após quatro dias, aumente gradualmente a percentagem do novo alimento para 50/50 e, após seis dias, dê-lhe 75% do alimento novo e 25% do antigo. Por fim, se o seu cão estiver a tolerar bem os novos alimentos, após sete a oito dias, comece a dar-lhe 100% da nova comida. Durante a transição para a nova dieta do seu animal de estimação, é aconselhável não alterar a rotina regular de alimentação, o horário das refeições e a área onde lhe dá de comer. Se estiver preocupado com a forma como a transição para a nova comida do seu animal de estimação está a decorrer, fale com o médico veterinário.

Esteja atento ao seu animal

Assim que o seu animal de estimação aderir ao novo alimento e já não comer nada do alimento antigo, deverá administrar esta nova alimentação durante pelo menos mais dois meses, para que o seu animal de estimação possa beneficiar totalmente da nova nutrição e o tutor consiga avaliar o grau de adesão ao alimento. O melhor tipo de dieta manifestar-se-á na aparência do seu animal de estimação, resultando num peso saudável, numa ótima pele e uma pelagem brilhante, para além de perturbações gástricas mínimas e boa qualidade das fezes.

É aconselhável que os tutores que tenham escolhido uma nova dieta para os seus animais de estimação por motivos de saúde marquem um check-up no médico veterinário para monitorizar a evolução do seu animal de estimação e verificar se a nova dieta está a ter um impacto positivo no seu estado de saúde.
  • Saúde digestiva
  • Bem-estar geral

Faça gosto e partilhe esta página

Artigos relacionados
English Cocker Spaniel standing indoors eating from a feeding bowl

Alimentação mista do cão

Dachshund adulto de pé numa marquesa do veterinário com o seu tutor.

Problemas digestivos comuns dos cães

Adult dog lying down in a kitchen.

​10 alimentos tóxicos que não deve dar ao seu cão