Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.
Saúde e bem-estar

​10 alimentos tóxicos que não deve dar ao seu cão

Adult dog lying down in a kitchen.
Da casca do abacate às nozes de macadâmia, eis dez alimentos que deve evitar dar ao seu cão, já que lhe podem causar problemas graves de saúde.

É do conhecimento geral de muitos tutores de cães que o chocolate pode causar problemas graves nos cães. No entanto, há uma série de alimentos comuns, que provavelmente tem em casa, que podem provocar problemas graves no seu animal de estimação. Poderá haver ainda outros alimentos e itens domésticos que não deve dar ao seu cão, por isso, consulte o seu médico veterinário antes de dar ao seu cão seja o que for para além da comida habitual.

Adoçante artificial

O xilitol é um adoçante artificial, utilizado, por exemplo, na pastilha elástica, na manteiga de amendoim sem açúcar, na pasta de dentes e noutros produtos, que é retirado das árvores de madeira dura. O consumo excessivo de xilitol pode causar inchaço, flatulência e diarreia nos seres humanos, mas, para os cães, o xilitol é tóxico. É importante manter os produtos com xilitol longe de qualquer sítio em que o cão os possa comer, mesmo que acidentalmente.

Álcool

Ao contrário dos seres humanos, os rins dos cães não conseguem processar o álcool de forma eficiente, o que pode dar origem a problemas de saúde. É sempre melhor dar ao seu cão água limpa e fresca.

Abacates

Não é a polpa do abacate, mas sim o caroço, a casca e as folhas que podem causar prolemas de saúde no seu cão. Contêm uma substância chamada persina que provoca vómitos e diarreia.

Cafeína

Embora a cafeína não seja tóxica para os cães, tem o mesmo efeito que nos seres humanos. Como os cães são mais sensíveis a esses efeitos, estes podem tornar-se muito desagradáveis e desconfortáveis para eles. Se o seu cão consumir cafeína, mesmo que em pequena quantidade, pode ficar hiperativo ou começar a ter tremores.

Chocolate

Está bem documentado que o chocolate é altamente tóxico para os cães. Isto porque contém teobromina, um estimulante que interrompe os processos metabólicos do seu cão. O chocolate preto e o chocolate de culinária são particularmente ricos em teobromina e, por isso, são ainda mais perigosos para os cães. Dependendo da quantidade que tenha consumido, um cão pode sofrer de perturbações gástricas, problemas cardíacos, convulsões ou até mesmo morrer.

Airedale Terrier adulto de pé a cheirar o chão de um espaço exterior.

Alimentos fritos e gordurosos

Tal como os alimentos fritos e gordurosos podem ser nocivos para as pessoas, também o podem ser para os cães. Os alimentos ricos em gordura podem causar perturbações gástricas no seu cão e contribuir ainda para o desenvolvimento de pancreatite nalguns cães. O consumo regular destes tipos de alimentos pode levar também à obesidade e aos problemas de saúde com ela relacionados.

Alho e cebola

Muitas pessoas cozinham regularmente com cebola e alho, mas estes ingredientes básicos são tóxicos para os cães. Quer o alho quer a cebola, cozinhados ou crus, quando ingeridos pelo seu cão podem danificar os glóbulos vermelhos, o que pode causar anemia.

Uvas e passas

Estas frutas são bastante saudáveis para o ser humano, mas são tóxicas para os cães. As uvas e as passas têm um efeito terrível na saúde do seu cão e podem levar a uma falha renal aguda e súbita.

Frutos secos

Apesar de poderem parecer saudáveis, evite dar de comer ao seu cão qualquer tipo de frutos secos. O tamanho faz com que representem um risco de asfixia, além de terem muita gordura que pode desencadear uma perturbação gástrica no seu animal de estimação. Em particular, as nozes de macadâmia têm demonstrado ser altamente venenosas para os cães. Embora não resultem em fatalidades, podem fazer com que o seu cão não consiga andar e provocar vómitos, letargia e tremores.

Leite, natas e queijos

À medida que os cães crescem e chegam à idade adulta, a sua capacidade de digerir produtos lácteos diminui, já que deixam de ter as enzimas necessárias para o fazer. Isso significa que podem apresentar sinais de intolerância à lactose se beberem leite ou comerem natas ou queijos. Alguns sinais clínicos são vómitos, diarreia e perturbação gástrica.

Se achar que o seu cão pode ter comido algo que não devia, é crucial obter aconselhamento junto do seu médico veterinário de imediato. Deve igualmente manter estes alimentos tóxicos fora do alcance do seu cão para garantir que só come o que é melhor para ele.

  • Saúde digestiva
  • Conselhos não solicitados

Faça gosto e partilhe esta página

Artigos relacionados
Dachshund adulto sentado numa marquesa a ser examinado por um médico veterinário.

​Detetar os sinais de problemas digestivos no seu cão

Adult Jack Russell lying down indoors on a dog bed with a cone on.

Como alimentar o seu cão após uma cirurgia

Duck Tolling Retriever da Nova Escócia adulto deitado num tapete num espaço interior.

O seu cão está obstipado?

Encontrar um veterinário

Se estiver preocupado com a saúde do seu cão, consulte um médico veterinário para obter aconselhamento profissional.

Pesquisar perto de mim
Jack Russell Terrier adulto de pé, a preto e branco sobre um fundo branco