Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.

Como é que as necessidades nutricionais do seu cão mudam com a idade

Ageing Irish Setter lying down indoors.
À medida que o seu cão cresce e amadurece, as suas necessidades nutricionais mudam, e a dieta também deve mudar. Leia o nosso guia detalhado sobre essas necessidades em mudança.

Os cachorros em crescimento, os cães adultos e os cães maduros têm necessidades nutricionais diferentes. Como consequência, uma dieta tem de ser adaptada em todas as fases da vida para garantir que o cão se mantém o mais saudável possível.

Nutrição do cão idoso

Os cães idosos têm uma exigência nutricional significativamente diferente da dos cachorros e até dos cães adultos. Um bom cuidado é essencial para que um cão se mantenha saúde durante toda a vida. A atividade física regular garantirá que o cão mantém a massa muscular e controla o peso. O estado de saúde dos dentes e da pelagem também deve ser monitorizado.

Em termos de requisitos de energia, a ingestão deve ser adaptada ao nível de atividade do animal, que depende da sua idade e de quaisquer preocupações com a saúde. Um cão com artrite movimenta-se menos e, portanto, gasta menos energia, o que o coloca em risco de aumento de peso pouco saudável. Uma dieta de energia reduzida só é imprescindível se o cão tiver excesso de peso. É muito importante não presumir que a redução do entusiasmo pelo exercício físico é uma consequência normal do envelhecimento. O cão deve ser examinado para se verificar se tem alguma doença.

As pesagens e os exames médicos regulares são a melhor maneira de garantir que os problemas relacionados com envelhecimento são detetados o mais depressa possível.

Nutrição para cães idosos

O envelhecimento também é acompanhado pela modificação das capacidades digestivas e de requisitos nutricionais específicos, portanto, os alimentos para cães idosos devem ter as seguintes características:

Maior teor de vitamina C e E

Estes nutrientes possuem propriedades antioxidantes, que protegem o organismo contra os efeitos nocivos do stress oxidativo relacionado com o envelhecimento.

Proteína de elevada qualidade

Os cães idosos são menos eficazes no uso da proteína da dieta do que os cães mais jovens, devido à sua reduzida função digestiva. Melhorar a qualidade da proteína é o principal objetivo. Uma falácia em alguns países é que a proteína é responsável pela insuficiência renal. Na verdade, não é o caso. A insuficiência renal é uma doença crónica, irreversível e frequente com a idade. Recomenda-se a redução do teor de fósforo nos alimentos para retardar a evolução desta doença. No entanto, é importante falar primeiro com o seu médico veterinário e permitir que este diagnostique o estado de saúde antes de fazer qualquer mudança na dieta.

Maior proporção dos elementos ferro, cobre, zinco e manganês

Estes nutrientes ajudam a manter o bom estado da pele e da pelagem. A sua inclusão sob a forma de sais orgânicos, que são muito mais fáceis de assimilar do que os sais minerais, torna mais provável que sejam usados no metabolismo de cães com um aparelho digestivo menos eficaz.

Maior quantidade de ácidos gordos poli-insaturados

O óleo de soja ou, melhor ainda, o óleo de borragem ou o óleo de peixe também são usados para manter a qualidade da pelagem. Os cães normalmente produzem estes ácidos gordos, mas o envelhecimento pode afetar este processo fisiológico.

Teor ligeiramente mais alto de fibras para atuar como "lastro"

A inclusão de um maior teor de fibras ajudará a limitar o risco de obstipação, que pode acompanhar a redução da atividade física do cão idoso.

À medida que envelhecem, os cães sofrem cada vez mais de problemas dentários. Para garantir que continuam a comer em quantidades suficientes, a forma, tamanho e dureza dos seus croquetes devem ser tidos em consideração.

Cão adulto deitado num cobertor, a comer de uma tigela preta e branca, num espaço interior.

Alimento para cães idosos

Um cão que atinge três quartos da respetiva esperança de vida é considerado um cão idoso. Os sinais de envelhecimento começarão a ficar cada vez mais evidentes quando um cão atingir uma certa idade. Os sinais podem ser mais evidentes aos 12 anos para cães pequenos, aos 10 anos para um cão de porte médio e aos 8 anos para um cão grande.

As medidas dietéticas para ajudar a combater os sinais de envelhecimento devem ser intensificadas quando os cães entram nesta fase da vida. Isto irá ajudá-los a manter-se saudáveis durante o máximo de tempo possível. Os seguintes fatores são especialmente importantes:

Melhorar a imunidade e aumentar a resistência à infeção

Existem vários nutrientes, incluindo beta-caroteno, vitamina E e C, e sais minerais como o zinco, que ajudaram a apoiar um sistema imunológico saudável, o qual é mais fraco em cães idosos.

Melhorar a beleza da pele e da pelagem

A saúde e a beleza da pele e do pelo dependem da ingestão adequada e regular de nutrientes específicos. O óleo de borragem tem um efeito positivo no brilho do pelo e na elasticidade da pele. O zinco é recomendado para cães idosos com uma pelagem em más condições.

Aliviar a artrite

A glucosamina e o sulfato de condroitina e EPA/DHA são nutrientes que ajudam a aumentar a mobilidade em cães idosos. Foram desenvolvidas recentemente dietas que contém extrato de curcuma, polifenóis e colagénio hidrolisado, que provaram ser eficientes em ajudar a melhorar a mobilidade e a qualidade de vida dos cães maduros.

Posto isto, os cães idosos não são todos iguais. Um cão idoso saudável não deve ter a mesma dieta de um cão idoso com problemas de saúde.

Os exames médicos e rastreios de saúde regulares garantem que os problemas de saúde são detetados o mais cedo possível. Em muitos casos, a dieta pode desempenhar um papel na prevenção ou, pelo menos, na limitação da expressão dos sinais clínicos clínicos da doença crónica em cães idosos. O seu médico veterinário poderá recomendar o alimento mais apropriado.

  • Envelhecimento

Faça gosto e partilhe esta página

Artigos relacionados
Ageing Golden Retriever lying down in a garden.

​Sinais de que o seu cão está a envelhecer

Ageing dog standing outdoors with a woman.

Os cuidados do seu cão geriátrico

Ageing German Shepherd standing outdoors in a field.

Como posso cuidar do meu cão que está a envelhecer?