Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.
Saúde e bem-estar

Doenças comuns em cães idosos

Ageing English Cocker Spaniel lying down outdoors in a field.
Nos últimos anos de vida, o seu cão pode começar a sentir uma destas afeções comuns relacionadas com a idade. Saiba mais sobre estes problemas e sobre o respetivo tratamento aqui.

À medida que o seu cão envelhece, é possível que comece a sofrer de algumas doenças comuns que ocorrem quando o funcionamento dos órgãos vitais e das funções fisiológicas de um cão começa a abrandar. Estas afeções, apesar de complexas, são tratáveis, por isso, garanta que fala com o seu médico veterinário ao primeiro sinal de doença.

Cataratas e perda de visão em cães seniores

Uma doença comum a todas as raças e portes de cão é o desenvolvimento de cataratas. Tal como nos seres humanos, os cães desenvolvem cataratas quando as células que compõem o cristalino do olho se acumulam ao longo do tempo, tornando-se opacas. Os olhos assumem um tom azulado e a visão começa a deteriorar-se.

Os cães com diabetes desenvolvem cataratas mais rapidamente, uma vez que esta doença está associada a um excesso de glicose no sangue. A diabetes em si é mais comum em cães obesos, pelo que manter o seu cão com um peso corporal ideal é uma boa maneira de prevenir as doenças associadas como as cataratas. Visitas regulares ao médico veterinário podem ajudar a detetar a doença cedo. Em 80% dos casos, a cirurgia às cataratas numa fase inicial da doença é bem-sucedida.

Hipotiroidismo em cães idosos

Esta é a doença hormonal mais comum em cães e ocorre quando a glândula tiroide começa a enfraquecer e a tornar-se hipoativa. Embora as causas do hipotiroidismo não sejam completamente claras, elas estão associadas ao sistema imunológico do seu cão que "ataca" a tireoide e a danifica, ou a tratamentos para a tireoide hiperativa.

Se o seu cão sénior estiver a sofrer de hipotiroidismo, vai ganhar peso apesar de manter a mesma dieta. Pode apresentar um comportamento relutante em relação ao exercício, bem como sinais de fragilidade e ansiedade. A pelagem também é afetada, tornando-se baça e seca e havendo perda de pelo. Em simultâneo, a pele fica mais grossa, gordurosa, ocorrendo, por vezes, prurido.

Golden Retriever idoso sentado a fazer um exame oftalmológico numa clínica veterinária.

Osteoartrite em cães séniores

A osteoartrite é uma causa comum de claudicação em cães séniores causada pela deterioração gradual da cartilagem que cobre as articulações. Infelizmente, não há cura para este estado de saúde devido à lenta regeneração de células em cães séniores, mas o tratamento ajuda a aliviar a dor e a atrasar a progressão da doença.

As articulações doridas ou a dificuldade em movimentar-se são por vezes encaradas simplesmente como um sinal de que o seu cão está a envelhecer. No entanto, se perceber que a deslocação é particularmente difícil para o animal, deve consultar o seu médico veterinário para que este possa ajudar a aliviar um pouco o sofrimento do seu cão.

Os cães com excesso de peso são mais propensos a sofrer de osteoartrite devido à pressão adicional sobre as articulações, portanto, manter o seu cão com um peso ideal é uma boa medida de prevenção. Também pode certificar-se de que a alimentação do seu cão contém nutrientes específicos indicados para as articulações, como ácidos gordos ómega 3 anti-inflamatórios ou complexos nutricionais personalizados com eficácia clínica (por exemplo, polifenóis de curcumina, colagénio e chá verde), glucosamina e condroitina.

Os cães séniores e a disfunção cognitiva

À medida que o seu cão envelhece, poderá notar mudanças de comportamento. Embora parte disso possa ser atribuído ao envelhecimento, também pode ser uma disfunção cognitiva que se manifesta em cães de maneira semelhante à doença de Alzheimer nos humanos.

Os vasos sanguíneos do seu cão deterioram-se com a idade, reduzindo o fluxo de sangue e oxigénio enviados para o cérebro. Isto afeta o comportamento do animal, causando desorientação, capacidade de reconhecimento, esquecimento, alterações do ciclo do sono e até mesmo agitação ou hostilidade.

Este estado de saúde pode ser muito angustiante para o seu cão, mas pode ser aliviado. Exercite o seu cão com caminhadas curtas e regulares e restabeleça os comandos que lhe ensinou em cachorro. Reduza o stress, mantendo a rotina diária e considere dar-lhe alimentos ricos em antioxidantes, pois estes podem proteger as células contra radicais livres nocivos.

O seu cão sénior não precisa de sofrer desnecessariamente com estas doenças comuns. Marque uma consulta com o médico veterinário se detetar estes sinais clínicos, para que possa ter a certeza de que está a prestar ao seu cão os melhores cuidados possíveis.

  • Envelhecimento

Faça gosto e partilhe esta página

Artigos relacionados
Ageing Golden Retriever lying down in a garden.

​Sinais de que o seu cão está a envelhecer

Ageing Irish Setter lying down indoors.

Como é que as necessidades nutricionais do seu cão mudam com a idade

Ageing dog standing outdoors with a woman.

Os cuidados do seu cão geriátrico

Encontrar um veterinário

Se estiver preocupado com a saúde do seu cão, consulte um médico veterinário para obter aconselhamento profissional.

Pesquisar perto de mim
Jack Russell Terrier adulto de pé, a preto e branco sobre um fundo branco
Cookie Settings