Ajudar os cães e os gatos a terem uma vida mais saudável.

​Doenças comuns em gatos idosos

Ageing cat sitting down being examined by a vet.
Desde a perda de peso à diabetes, existem alguns problemas de saúde comuns, mas que é possível controlar, que podem afetar o seu gato sénior. Descubra aqui o que são e como cuidar do seu gato.

Infelizmente, há a probabilidade de os gatos séniores (gatos com mais de 10 anos) sofrerem de várias doenças à medida que envelhecem e de perda gradual da eficácia das suas funções fisiológicas. No entanto, estas doenças comuns podem ser atenuadas com a combinação certa de dieta, apoio médico e mudanças no ambiente em que os gatos vivem.

Perda de mobilidade nos gatos séniores

É frequente que os gatos idosos sofram de artrite e dor nas articulações, já que as suas articulações e cartilagens se desgastaram ao longo dos anos. Estes problemas conduzem a uma mobilidade reduzida que inclui instabilidade, dificuldade em saltar e até mesmo dificuldade em limparem-se adequadamente, pois perdem flexibilidade. A sensibilização das articulações também pode fazer com que estejam menos dispostos a envolverem-se em jogos ou a virem quando são chamados, uma vez que o movimento pode ser doloroso.

Pode cuidar das articulações do seu gato através da dieta que lhe dá. Por exemplo, a inclusão de ácidos gordos ômega 3 de cadeia longa na alimentação ajuda a apoiar a saúde das articulações. Por sua vez, os nutrientes como a condroitina e a glucosamina ajudam a sustentar a saúde das cartilagens.

Pode igualmente aliviar qualquer desconforto que o seu gato idoso possa ter ao movimentar-se, dispondo rampas até aos sítios onde gosta de se empoleirar, trocando a caixa sanitária por outra com lados mais baixos que lhe permita um acesso mais fácil e tornando a cama dele mais confortável.

Gatos idosos e a diabetes

A Diabetes Mellitus afeta cerca de um em cada 200 gatos, particularmente entre os gatos idosos, com um aumento acentuado da sua frequência em gatos com mais de sete anos. A Diabetes Mellitus está diretamente associada à obesidade. Portanto, uma das melhores maneiras de proteger o seu gato contra o aparecimento deste problema é manter um peso corporal saudável.

Os gatos com diabetes têm células que não respondem adequadamente à insulina, o que, nalguns casos, faz com que o organismo não produza insulina suficiente. Isso significa que será necessário dar-lhes insulina através de injeções, por norma, administradas uma ou duas vezes por dia. Normalmente, é prescrita uma combinação de terapia com insulina e mudanças na dieta (sendo adotada uma dieta rica em proteínas e pobre em hidratos de carbono).

Os sinais clínicos da diabetes nos gatos idosos incluem micção excessiva e grandes volumes de urina, aumento da sede e da fome, bem como predisposição para a obesidade. Se detetar que o seu gato tem um destes sinais clínicos, vá com ele ao médico veterinário.

 

Ageing cat sitting outside.

Gatos idosos e a perda de peso

A perda de peso é um sintoma muito comum, mas não específico de uma doença em gatos idosos. Por isso, é importante marcar uma consulta no médico veterinário se perceber que o seu gato está a perder peso. Deste modo, o médico veterinário pode identificar a causa provável e prescrever o tratamento apropriado.

Algumas doenças sistémicas que têm como sinal clínico a perda de peso são, por exemplo, a doença renal crónica, a diabetes, o hipertireoidismo e a doença inflamatória intestinal. O seu gato sénior também pode ter perdido peso devido a uma redução do apetite, que pode ser causada por:

  • Problemas dentários que tornam a ingestão dolorosa
  • Deterioração do olfato e paladar, reduzindo o desejo de comer
  • Distúrbios digestivos que impedem que os nutrientes dos alimentos sejam absorvidos adequadamente

O seu médico veterinário poderá dar-lhe informações sobre a melhor forma de cuidar do seu gato em função do que está a provocar a perda de peso. No entanto, também pode tentar dar-lhe um alimento com uma textura mais macia, que pode ser mais fácil de comer, ou aquecer a comida para que ganhe um melhor aroma, o que pode estimular o apetite.

Embora estas doenças sejam comuns em gatos sénior, não têm de provocar dor ou stress desnecessário. Se acreditar que o seu gato está em sofrimento, vá ao médico veterinário. Ele poderá aconselhá-lo.

  • Envelhecimento

Faça gosto e partilhe esta página

Artigos relacionados
Ageing cat lying down outside.

De que forma a velhice afeta os gatos

Ageing cat lying down indoors on the carpet.

Os cuidados em fim de vida do seu gato

Ageing cat standing indoors eating from a red bowl.

O que deve conter a dieta dos gatos maduros

Encontrar um veterinário

Se estiver preocupado com a saúde do seu gato, consulte um médico veterinário para obter aconselhamento profissional.

Pesquisar perto de mim
Maine Coon adulto de pé, a preto e branco sobre um fundo branco