Como ajudar cães e gatos a viver uma vida mais saudável.

Como cuidar da saúde do seu filhote

Os primeiros meses da vida do filhote são um período de incrível crescimento e desenvolvimento. Ao cuidar da saúde dele nesta etapa vital, você definirá as bases para um futuro saudável.

Norwegian Forest Cat kittens sat together in black and white

Sete dicas para manter o seu gatinho saudável

Existem muitas maneiras simples de cuidar da saúde e da felicidade do filhote. Veja algumas das principais dicas dos veterinários e nutricionistas da Royal Canin.

1. Aprenda a ler a linguagem corporal do seu filhote para saber quando ele pode estar se sentindo doente. Se você sentir que algo não está certo, fale com seu médico-veterinário.

2. Certifique-se de que o filhote obtenha a nutrição correta indicada por um especialista, com alimentos balanceados para gatos filhotes.

3. Os gatinhos precisam dormir muito, por isso, certifique-se de que eles tenham um lugar confortável e quieto para descansar.

4. Nunca acorde um gatinho enquanto ele está dormindo

5. Os filhotes também precisam se exercitar e desfrutar de companhia, portanto, reserve um tempo para brincar com eles.

6. Ajude a construir a confiança do filhote, garantindo que ele seja tratado regularmente por várias pessoas.

7. Siga sempre o calendário de vacinação recomendado pelo seu médico-veterinário.

Desenvolva as defesas naturais do seu filhote com nutrição sob medida

É vital para a saúde e o bem-estar de longo prazo do gatinho que ele desenvolva um forte sistema imunológico durante os primeiros meses de vida. Nossas fórmulas são desenvolvidas cientificamente para oferecer suporte para o crescimento saudável em longo prazo.

Saiba mais
KHECB3

Como vacinar seu filhote

As vacinas são vitais para reforçar as defesas naturais do filhote e protegê-lo contra uma variedade de doenças contagiosas, às vezes fatais.

As vacinas recomendadas para o filhote protegem contra doenças, incluindo:

  • Leucemia felina - enfraquece o sistema imunológico e aumenta drasticamente a vulnerabilidade a infecções.
  • Calicivírus felino (FCV) - altamente contagioso e uma das principais causas de infecções respiratórias. Esse condição é transmitida pelo contato direto com os olhos ou o nariz de gatos infectados ou pelo contato de objetos contaminados, como tigelas ou brinquedos.
  • Vírus de panleucopenia felina (FPV) - uma doença viral frequentemente fatal que causa vômito. O gato também pode ter diarreia, mas isso nem sempre está presente.
  • Vírus da herpes felina (FHV-1) - uma das principais causas de gripe do gato e doenças oculares.
  • Vírus da raiva (RV) - transmitido pela saliva de um animal infectado e pode ser introduzido sob o pele a partir de feridas causadas por picadas.

Também existem outras vacinas que seu filhote pode precisar. O médico-veterinário pode aconselhar o que é melhor para ele.

É realmente importante que seu gatinho tome as vacinas certas na idade certa para garantir a saúde e o bem-estar à medida que ele cresce. Seu médico-veterinário poderá avaliar os riscos que o filhote enfrenta e criar um calendário de vacinação detalhado para atender às necessidades dele.

A idade ideal para a primeira vacina do filhote é quando ele está entre seis e nove semanas. Verifique com o tutor anterior do seu gatinho, pois ele já pode ter dado a primeira vacina quando você levar o filhote para casa.

As vacinas do filhote serão mais eficazes se ele tomar reforços em momentos específicos. Para manter a imunidade do gato durante a vida adulta, as vacinas são repetidas a cada 1 a 3 anos, dependendo das circunstâncias individuais e do tipo de vacina.

Seu filhote pode ter alguns destes sintomas comuns após a vacinação:

  • Febre baixa.
  • Menos interesse em comida ou atividade.
  • Desconforto ou inchaço onde foram vacinados.
  • Espirros ou tosse leve.

Se esses sintomas durarem mais de um dia ou dois, é importante entrar em contato com o médico-veterinário.

Você também deverá entrar em contato com o médico-veterinário imediatamente se o filhote tiver efeitos colaterais menos comuns. Eles podem incluir:

  • Vômito ou diarreia.
  • Vermelhidão na pele.
  • Inchaço ao redor do rosto, pescoço e boca.
  • Dificuldade em respirar ou tosse intensa.

Vermifugação e esterilização em gatinhos

Depois que um filhote de gato é castrado, ele geralmente ganha peso com mais facilidade porque o apetite aumenta, mas se torna menos ativo. Para evitar que o filhote adquira sobrepeso e tenha problemas de saúde vinculados a isso, é importante ajustar a dieta. Seu médico-veterinário também pode orientar sobre isso.

A nutrição certa pode ajudar o filhote a permanecer saudável

Uma das influências mais importantes na saúde do filhote é a dieta. Filhotes e gatos adultos têm diferentes necessidades nutricionais em diferentes idades. Então, alimentar o filhote com os nutrientes certos para a idade e as necessidades individuais desempenha um papel importante para garantir a força dos ossos, a saúde da pele e pelagem, o conforto digestivo e muito mais.

Filhote de British Shorthair em preto e branco sobre um fundo branco

Nutrição específica para a idade dos filhotes

Entre quatro e oito semanas, os gatinhos estão prontos para deixar a dieta exclusiva com leite e podem ser desmamados. Os alimentos secos podem ser misturados com água e/ou fórmula na proporção de 1:3 para acostumar-se às novas texturas. Eles ainda têm um sistema digestivo imaturo e, portanto, precisam de alimentos facilmente digeríveis que atendam às necessidades nutricionais específicas para esse estágio de desenvolvimento.

Seu gatinho ainda não será capaz de digerir alguns nutrientes; portanto, você precisará de alimentos adequados para o estágio de desenvolvimento digestivo dele. Isso garantirá que ele obtenha os nutrientes e a energia necessários para crescer, se desenvolver e ficar saudável.

O sistema digestivo e imunológico do filhote está se fortalecendo, mas ainda é frágil. Embora a taxa de crescimento e as necessidades de energia comecem a diminuir, eles ainda precisam de alimentos projetados especialmente para o desenvolvimento dos gatinhos.

Conforme o filhote se aproximar do peso adulto total com cerca de 12 meses, será necessário começar a comer alimentos para gatos adultos em porções de adulto. As necessidades nutricionais específicas dependerão do tamanho e de outros fatores, como níveis de atividade e se foram castrados. Vale a pena receber conselhos do seu médico-veterinário para garantir que você mude para o alimento de adulto no momento certo para o seu gato.

Alimentação do filhote

Compreenda mais profundamente as necessidades nutricionais do seu gatinho e saiba como ter certeza de que ele adquiriu hábitos alimentares saudáveis.

Alimentação do filhote
Sacred Birman kitten in black and white eating from a white dish

Nutrição sob medida para os filhotes

Nutrição especialmente desenvolvidas para atender às necessidades específicas de gatos filhotes de diferentes idades, raças e estilos de vida.

Saiba mais
KHECB9