Cachorro Pastor Alemão sentado em preto e branco sobre fundo branco

Compreender o comportamento do seu cachorro

Enquanto tutor e parceiro do seu cachorro e independentemente deste tentar chamar a sua atenção, é importante que compreenda o comportamento do animal, a forma como se expressa e o significado por detrás das suas ações.

A linguagem corporal do seu cachorro

O seu cachorro não consegue comunicar-se através da fala, por isso observe a linguagem corporal dele e tente perceber de que forma pode atender às necessidades do seu cachorro.

Cachorro preto a lamber o rosto de menino

Relaxado

Uma postura relaxada ou calma é considerada o ponto de partida para o desenvolvimento da restante linguagem corporal. É importante que saiba identificar a linguagem corporal básica do seu cachorro para que possa reconhecer quaisquer mudanças subtis no seu comportamento.

1. Cauda

A cauda do seu cachorro provavelmente estará para baixo, mas não estará entre as patas. Se o cachorro estiver relaxado, a cauda pode abanar suavemente.

2. Postura

Quando um cachorro está relaxado, todo o seu peso é uniformemente distribuído pelas patas, não impondo qualquer tensão sobre o corpo.

3. Orelhas

Se o seu cachorro estiver relaxado, manterá as orelhas numa posição neutra, sem puxá-las para frente ou para trás.

4. Olhos

Quando o seu cachorro abre e fecha os olhos devagar, pode ser um sinal de que está relaxado.

Vigilante

Se o seu cachorro apresentar uma postura vigilante, isso significa que algo lhe chamou à atenção. Isso não significa necessariamente que seja uma reação a algo negativo, apenas mostra o interesse do seu cachorro em objetos/situações específicas. Dito isto, preste muita atenção ao desenvolvimento do comportamento do seu cachorro para ter a certeza de que ele se sente confortável e confiante em todas as situações.

1. Cauda

O seu cachorro colocará a cauda numa posição vertical. Também é possível que a abane.

2. Postura

O corpo do seu cachorro pode apresentar-se tenso quando ele está vigilante. Também pode inclinar-se em direção a qualquer coisa que tenha captado a sua atenção, apoiando-se para isso nas patas dianteiras.

3. Orelhas

Um cachorro vigilante apresentará as orelhas eretas e ligeiramente para a frente. Se o cachorro tiver as orelhas dobradas por natureza, poderá ser uma mudança mais subtil de identificar.

4. Olhos

Um cachorro vigilante quererá observar de perto o que lhe chamou a atenção.

5. Boca

Um cachorro vigilante apresenta geralmente a boca totalmente fechada.

Brincalhão

O traço comum de um cachorro brincalhão é a típica "vénia". Além dessa postura, um cachorro brincalhão também pode ser identificado pelos seus movimentos exagerados. Interagir com o seu cachorro em jogos divertidos quando ele apresentar esta postura é uma ótima maneira de garantir que ele receberá bastante estimulação física e mental.

1. Cauda

Um cachorro brincalhão poderá levantar bem a cauda enquanto a abana.

2. Postura

Fazer a vénia ou mudar rapidamente de comportamento, como iniciar uma perseguição e brincar às lutas, pode indicar o estado de espírito brincalhão do seu cachorro.

3. Orelhas

As orelhas em pé indicam que o seu cachorro quer brincar. Se o cachorro tiver as orelhas dobradas por natureza, poderá ser uma mudança mais subtil de identificar.

4. Sons

Se o seu cachorro estiver animado, poderá ladrar durante o período de brincadeira.

5. Boca

Muitas vezes, os cachorros brincalhões têm a boca aberta e a língua de fora.

Medroso

É importante reconhecer os sinais de medo ou angústia no seu cachorro. Se o seu cachorro aparentar ter medo, deverá retirá-lo de perto do que possa estar a despoletar essa emoção e deixar o cachorro acalmar-se.

1. Cauda

Um cachorro medroso esconderá a cauda entre as patas.

2. Postura

O seu cachorro pode agachar o corpo e virar a cabeça para o lado contrário do que está a causar-lhe medo. Isto pode fazer com que pareça que está a andar de lado. Também é possível que levante uma pata dianteira, boceje ou lamba os lábios, como sinal de ansiedade.

3. Orelhas

As orelhas puxadas para trás podem ser um sinal de que o seu cachorro está com medo.

4. Sons

Se o seu cachorro estiver com medo, também poderá expressá-lo ganindo.

5. Olhos

Se o seu cachorro estiver com medo, poderá evitar de olhar diretamente para o que quer que o tenha afetado.

Comportamento agressivo defensivo

Os cachorros que exibem este comportamento estão com medo e podem atacar se forem provocados. É importante prestar muita atenção à linguagem corporal do seu cachorro e evitar forçá-lo demasiado.

1. Cauda

Um cachorro com um comportamento agressivo defensivo poderá esconder a cauda entre as patas.

2. Postura

Um cachorro com um comportamento agressivo defensivo pode apresentar uma posição agachada e manter a cauda dobrada para baixo. Os pelos do dorso e da cauda podem ficar eriçados e o cachorro pode inclinar-se para trás agachando as patas.

3. Sons

Rosnar é um indicador comum de defesa e de agressividade nos cachorros.

4. Orelhas

Se o seu cachorro exibir um comportamento agressivo defensivo, as orelhas estão puxadas para trás e achatadas sobre a cabeça.

5. Olhos

Os olhos de um cachorro com um comportamento agressivo defensivo poderão estar bem abertos e apresentar as pupilas dilatadas. Como o seu cachorro está com medo, provavelmente não fará contacto visual e, em vez disso, virará o corpo ou a cabeça para o lado.

6. Boca

Se o seu cachorro exibir um comportamento agressivo defensivo, poderá puxar os cantos da boca para trás e mostrar os dentes.

Comportamento agressivo ofensivo

Se o seu cachorro estiver a demonstrar um comportamento agressivo é importante tentar solucionar a situação antes que ele ataque.

1. Cauda

Se o seu cachorro dobrar a cauda para cima, isso pode ser uma indicação de agressividade. Os pelos da cauda também podem ficar eriçados.

2. Postura

Um cachorro que exiba um comportamento agressivo ofensivo apresentará uma postura bastante demarcada. O seu cachorro ficará de pé, inclinando-se para a frente sobre as patas dianteiras.

3. Sons

Se o seu cachorro rosnar para outros cães ou pessoas enquanto se inclina para a frente, isso é um sinal de agressividade.

4. Orelhas

As orelhas de um cachorro com um comportamento agressivo ofensivo podem apontar para a frente e estar levantadas o mais alto possível.

5. Olhos

Se o seu cachorro estiver a demostrar agressividade, pode estar a manter contacto visual com o que quer que tenha causado este comportamento.

6. Boca

Um cachorro com um comportamento agressivo ofensivo irá encurvar a boca e o nariz para trás.

Incentivar o bom comportamento

A evolução do comportamento de um cão

A domesticação dos cães transformou-os de animais selvagens em animais domésticos, o que resultou em mudanças comportamentais drásticas. Como os cães já não precisam de procurar alimentos ou abrigo, têm de ser capazes de comunicar as suas necessidades aos seus tutores, algo que aprendem a fazer desde muito cedo.

Cachorro Husky a caminhar ao ar livre pela relva e por entre ramos

Explicação do comportamento do cachorro

Descubra alguns dos motivos que podem estar por detrás do comportamento do seu cachorro.

O seu cachorro pode estar a sofrer de ansiedade por separação. Para evitar isso, habitue o seu cão a ficar sozinho. Se o seu cão conseguir ficar sozinho em casa por um período mínimo de 30 minutos, tornar-se-á mais fácil deixá-lo sozinho por períodos mais longos.

Isto pode dever-se ao tédio ou à curiosidade. No entanto, por vezes este comportamento pode estar associado a doenças específicas, como tal, se estiver preocupado com o comportamento do seu cachorro, consulte o seu médico veterinário.

Este pode ser um sinal de solidão, de ansiedade ou de tédio, por isso é essencial fornecer ao seu cachorro brinquedos para mastigar e muito exercício. Evite que o seu cachorro roa a mobília redirecionando a sua atenção para um brinquedo, mas nunca o repreenda pois isso pode, por vezes, potenciar o mau comportamento.

Se o seu cachorro não fez exercício suficiente pode estar a tentar libertar o excesso de energia escavando. O seu cachorro também pode querer enterrar os brinquedos ou objetos de mastigação, por isso fique atento e veja se o cachorro leva os objetos para o exterior com ele. Também pode dar-se o caso de o animal querer refrescar-se um pouco no solo caso esteja com muito calor.

Uma respiração ofegante pode ser sinal de que a temperatura do seu cão está muito elevada, no entanto, também pode indicar stress caso o animal se encontre numa situação desconfortável. A respiração ofegante pode ser um sinal de doença, por isso consulte sempre um médico veterinário para ter a certeza.

Há quem sugira que os cachorros se rebolam em fezes porque ajuda a camuflar o seu próprio odor, o que remota a uma época em que os cães não eram domesticados. Outros afirmam que os cães fazem isso simplesmente porque gostam do cheiro.

O nariz dos cães é frio devido à humidade que evaporam do nariz. Como tal, quando não ocorre essa evaporação o nariz fica quente. O nariz do seu cachorro nunca deve ficar seco ou gretado, assim, se tiver alguma preocupação em relação ao nariz do seu cachorro deve consultar um médico veterinário.

Os cachorros dispõem apenas de um curto período de atenção ao aprender novas habilidades, como tal, se o seu cachorro se distrair demasiado é possível que as suas sessões de treino estejam a ser demasiado longas. Tente manter as sessões com uma duração máxima de cinco minutos, escolha um local de treino familiar e sossegado, e certifique-se de que o seu cachorro não se distrai.

É muito provável que este seja um problema mais comum em cachorros com menos de seis meses de idade. Há quem sugira que este comportamento é adotado quando existe uma deficiência de vitaminas, parasitas internos ou simplesmente pelo facto do animal se sentir aborrecido.

O seu cachorro pode estar irrequieto por vários motivos. Estes podem incluir fome, solidão, lesões, tédio ou apenas precisar de fazer necessidades. Interpretar o contexto e a linguagem corporal utilizando as nossas sugestões acima poderá dar-lhe uma ideia do que o seu cachorro possa precisar.

Anteriormente, pensava-se que os cães comiam relva para induzir o vómito, no entanto, a explicação mais provável é que simplesmente gostem de comê-la.

Este pode ser um sinal de que o seu cachorro está a tentar transmitir-lhe algo como afeto. Quando confrontado com novas situações, o seu cachorro pode lamber o rosto de um estranho para tentar descobrir as suas intenções.

Em primeiro lugar é importante descartar problemas médicos, como tal, entre em contacto com o seu médico veterinário se estiver preocupado. Outras causas possíveis dos tremores podem incluir stress, medo, excitação e temperaturas baixas. Tente lembrar-se do que estava a acontecer antes do seu cachorro começar a tremer para descobrir a causa.

O seu cachorro pode estar a sofrer de ansiedade por separação. Para evitar isso, habitue o seu cão a ficar sozinho. Se o seu cão conseguir ficar sozinho em casa por um período mínimo de 30 minutos, tornar-se-á mais fácil deixá-lo sozinho por períodos mais longos.

Isto pode dever-se ao tédio ou à curiosidade. No entanto, por vezes este comportamento pode estar associado a doenças específicas, como tal, se estiver preocupado com o comportamento do seu cachorro, consulte o seu médico veterinário.

Este pode ser um sinal de solidão, de ansiedade ou de tédio, por isso é essencial fornecer ao seu cachorro brinquedos para mastigar e muito exercício. Evite que o seu cachorro roa a mobília redirecionando a sua atenção para um brinquedo, mas nunca o repreenda pois isso pode, por vezes, potenciar o mau comportamento.

Se o seu cachorro não fez exercício suficiente pode estar a tentar libertar o excesso de energia escavando. O seu cachorro também pode querer enterrar os brinquedos ou objetos de mastigação, por isso fique atento e veja se o cachorro leva os objetos para o exterior com ele. Também pode dar-se o caso de o animal querer refrescar-se um pouco no solo caso esteja com muito calor.

Uma respiração ofegante pode ser sinal de que a temperatura do seu cão está muito elevada, no entanto, também pode indicar stress caso o animal se encontre numa situação desconfortável. A respiração ofegante pode ser um sinal de doença, por isso consulte sempre um médico veterinário para ter a certeza.

Há quem sugira que os cachorros se rebolam em fezes porque ajuda a camuflar o seu próprio odor, o que remota a uma época em que os cães não eram domesticados. Outros afirmam que os cães fazem isso simplesmente porque gostam do cheiro.

O nariz dos cães é frio devido à humidade que evaporam do nariz. Como tal, quando não ocorre essa evaporação o nariz fica quente. O nariz do seu cachorro nunca deve ficar seco ou gretado, assim, se tiver alguma preocupação em relação ao nariz do seu cachorro deve consultar um médico veterinário.

Os cachorros dispõem apenas de um curto período de atenção ao aprender novas habilidades, como tal, se o seu cachorro se distrair demasiado é possível que as suas sessões de treino estejam a ser demasiado longas. Tente manter as sessões com uma duração máxima de cinco minutos, escolha um local de treino familiar e sossegado, e certifique-se de que o seu cachorro não se distrai.

É muito provável que este seja um problema mais comum em cachorros com menos de seis meses de idade. Há quem sugira que este comportamento é adotado quando existe uma deficiência de vitaminas, parasitas internos ou simplesmente pelo facto do animal se sentir aborrecido.

O seu cachorro pode estar irrequieto por vários motivos. Estes podem incluir fome, solidão, lesões, tédio ou apenas precisar de fazer necessidades. Interpretar o contexto e a linguagem corporal utilizando as nossas sugestões acima poderá dar-lhe uma ideia do que o seu cachorro possa precisar.

Anteriormente, pensava-se que os cães comiam relva para induzir o vómito, no entanto, a explicação mais provável é que simplesmente gostem de comê-la.

Este pode ser um sinal de que o seu cachorro está a tentar transmitir-lhe algo como afeto. Quando confrontado com novas situações, o seu cachorro pode lamber o rosto de um estranho para tentar descobrir as suas intenções.

Em primeiro lugar é importante descartar problemas médicos, como tal, entre em contacto com o seu médico veterinário se estiver preocupado. Outras causas possíveis dos tremores podem incluir stress, medo, excitação e temperaturas baixas. Tente lembrar-se do que estava a acontecer antes do seu cachorro começar a tremer para descobrir a causa.

Se estiver preocupado com o comportamento anormal do seu cachorro, é sempre aconselhável consultar um médico veterinário.

A saúde do seu cachorro

Saiba tudo sobre a saúde e o bem-estar do seu cachorro e sobre como detetar sinais precoces de doença.

A saúde do cachorro
Cachorro Jack Russell Terrier sentado em preto e branco sobre fundo branco

Treinar um cachorro

Compreenda os fundamentos básicos do treino de um cachorro e ensine-o a ser um membro da família bem-comportado.

Treinar um cachorro
Cachorros Dachshund a brincar em preto e branco